Presidente do Grêmio tenta manobra para antecipação da janela de transferência

Esportes

Presidente do Grêmio tenta manobra para antecipação da janela de transferência

Redação Folha Vitória

Porto Alegre - O presidente Romildo Bolzan Júnior revelou nesta segunda-feira que o Grêmio está tentando antecipar a janela para transferências internacionais no futebol brasileiro. O dirigente informou que já entrou em contato com a CBF para adiantar o início da janela do dia 20 para 1º de junho, com o objetivo de adequá-la ao mercado europeu.

"Sobre essa questão da janela, temos a situação de equalizar o calendário com o europeu, que seria a melhor situação. Nós só vamos poder inscrever jogadores de fora a partir de 20 de junho. Telefonei para a CBF na sexta-feira, fiz um pleito, vou documentar e eles ficaram de fazer uma articulação para ver se podem antecipar a janela", comunicou em entrevista coletiva.

Romildo já teria conversado com diversos clubes na busca de apoio por esta antecipação. A tendência é que nos próximos dias ele envie um pedido oficial à CBF para formalizar a tentativa de manobra. Se não tiver sucesso, o Grêmio deve priorizar a busca por reforços no mercado interno, principalmente para a zaga, após o insucesso com a experiência de Kadu e as oscilações de nomes como Fred e Bressan.

"Se isso (a antecipação) acontecer, nós podemos trabalhar com o mercado de fora, porque o jogador vindo de fora só pode ser inscrito a partir da nona rodada. Isso não é razoável. Então, olhamos o mercado interno. O Grêmio irá reforçar, não tenha dúvida. Para tornar o time mais competitivo, precisamos de reforços. Principalmente em situações pontuais. É relevante para tocarmos nossa situação daqui para frente", afirmou.

Também nesta segunda-feira, o Grêmio deverá definir algumas mudanças em sua direção em reunião que será realizada por volta das 17 horas. Depois da demissão do diretor executivo Rui Costa, o vice-presidente de futebol, Cesar Pacheco, deverá dar lugar a Alberto Guerra. Paulo Rabaldo e Márcio Bolzoni também devem deixar o departamento médico do clube, principalmente por conta da repercussão negativa dos casos de caxumba no elenco.

"O fim de semana foi de conversas, muitas reflexões. Nós já tínhamos feito uma reunião na sexta durante a tarde com boa parte do conselho, tivemos várias posições e situações. No dia de hoje, ainda no fim da tarde, bem possivelmente a gente vá fazer uma comunicação em caráter geral da nova formatação do departamento de futebol. Não dá pra confirmar ninguém nem tão pouco dizer quem sai", despistou Romildo.