Professor e amigos fazem campanha por prótese para menino que sonha em jogar bola em Cariacica

Esportes

Professor e amigos fazem campanha por prótese para menino que sonha em jogar bola em Cariacica

O garoto possui uma prótese antiga, mas com o tempo de uso, a mesma se encontra em péssimas condições. Foi então que o professor de educação física Marcelo Miranda resolveu criar a campanha

Nem a falta de uma das pernas impede que o estudante seja um dos destaques da escolinha de futebol no bairro onde mora Foto: TV Vitória

Participante do Projeto Amigos de Santana, em Cariacica, o pequeno João Vitor, de apenas 10 anos, mostra que apesar da pouca idade, já tem muito o que ensinar. Nem a falta de uma das pernas impede que o estudante seja um dos destaques na escolinha de futebol no bairro onde mora.

João Vitor possui uma prótese antiga, mas com o tempo de uso, a mesma se encontra em péssimas condições. Sem poder usá-la, o garoto demonstrou sinais de tristeza, percebidos pelo professor de educação física Marcelo Miranda. Foi então que o educador resolveu iniciar uma campanha para a aquisição de uma nova prótese para o João Vitor nas redes sociais.

"Iniciei a campanha pelo Facebook. Postei a foto dele e expliquei toda a situação. Sensibilizados com a história, muitas pessoas compartilharam e se colocaram à disposição para ajudar, inclusive com doações em dinheiro, mas acho que isso só em último caso. Gostaríamos que houvesse o auxílio de empresário ou até mesmo da prefeitura, governo, pois está fazendo uma grande diferença na vida dele essa prótese", diz.

A mãe do menino, Fabrícia Julião, conta que desde fevereiro aguarda resposta do Sistema Único de Saúde (SUS) sobre a prótese que pediu. "O João cresceu, a prótese ficou pequena e estragou. Fui ao SUS, conversei com eles e me disseram que encaminhariam meu filho para ter outra prótese, e que me dariam resposta", fala Fabrícia.

Mesmo sem uma perna, o garoto tem uma visível habilidade com a bola, e ansioso para praticar novamente o esporte que ama com mais facilidade, João Vitor espera receber em breve outra prótese. "Espero que minha perna chegue logo. Pois com ela eu vou poder voltar a jogar futebol", comenta João Vitor.

A direção do Centro de Reabilitação Física do Espirito Santo (Crefes) informou que o paciente passou por consulta, e foi prescrita uma nova prótese. A previsão é que a medição para a produção da nova prótese seja agendada dentro dos próximos 30 dias. No momento, cerca de 180 pacientes aguardam esse tipo de prótese.