Lesão na coxa esquerda tira Léo Príncipe do Corinthians por até seis semanas

Esportes

Lesão na coxa esquerda tira Léo Príncipe do Corinthians por até seis semanas

Redação Folha Vitória

São Paulo - De volta ao CT Joaquim Grava, o lateral-direito Léo Príncipe passou por exames detalhados nesta sexta-feira e foi constatado um estiramento muscular no bíceps femoral da coxa esquerda. A previsão de recuperação dada pelo departamento médico do clube é de quatro a seis semanas.

Com a ausência de Fagner, suspenso, Léo Príncipe foi titular na vitória do Corinthians sobre a Universidad de Chile por 2 a 1, em Santiago, na última quarta-feira, pela Copa Sul-Americana. Mas o lateral deixou o campo mais cedo, ainda no primeiro tempo, chorando depois de sentir uma fisgada na coxa esquerda. O volante Paulo Roberto foi improvisado na posição pelo técnico Fábio Carille.

Léo Príncipe é o único reserva do Corinthians na lateral direita. Desta forma, o clube vai intensificar a busca no mercado por um jogador para a posição. Ex-Santos, Cicinho, que atualmente está no Ludogorets, da Bulgária, está na mira da diretoria corintiana depois do pedido de Carille por um jogador mais experiente.

As conversas ainda são preliminares, mas a lesão de Léo Príncipe pode mudar o rumo da negociação na véspera da estreia no Campeonato Brasileiro. O plano B, caso o time não consiga fechar com Cicinho, é Samuel Santos, que fez bom Campeonato Paulista pelo Botafogo. O Corinthians enfrenta a Chapecoense no sábado, às 19 horas, no Itaquerão.