Antes de final, Mané envia 300 camisas do Liverpool ao Senegal para compatriotas

Esportes

Antes de final, Mané envia 300 camisas do Liverpool ao Senegal para compatriotas

"Em meu povo vivem 2.000 pessoas. Comprei 300 camisas do Liverpool e as enviei para que os torcedores possam exibi-las com orgulho durante a final"

Redação Folha Vitória

Prestes a disputar pelo Liverpool a final da Liga dos Campeões da Europa, neste sábado, contra o Real Madrid, às 15h45 (de Brasília), em Kiev, na Ucrânia, o atacante Sadio Mané resolveu "pintar de vermelho" a torcida que terá de seus compatriotas no Senegal. O jogador enviou 300 camisas do clube inglês para familiares e outros moradores da pequena localidade de Bambali, onde o atleta de 26 anos nasceu e conta com um carinho especial como filho ilustre do município senegalês.

"Em meu povo vivem 2.000 pessoas. Comprei 300 camisas do Liverpool e as enviei para que os torcedores possam exibi-las com orgulho durante a final", afirmou o jogador, em declarações reproduzidas por veículos da imprensa britânica.

Em boa fase, Mané forma com o egípcio Mohamed Salah e o brasileiro Roberto Firmino um poderoso trio de ataque que estará em campo neste sábado no estádio NSK Olimpiyskyi, palco da decisão no qual o time inglês buscará o sexto título da Liga dos Campeões em sua história.

O jogador lembrou que sua mãe e um tio dele moram em Bambali e destacou, em tom de brincadeira, que neste sábado "ninguém do povoado vai trabalhar" para poder acompanhar a final. Ao falar sobre o assunto, ele também enfatizou que só poderá reencontrar os seus compatriotas nesta localidade após defender o Senegal na Copa do Mundo, que começa no próximo dia 14 de junho.

"Voltarei no verão, depois do Mundial da Rússia, e espero poder voltar com a medalha de campeão (europeu) no pescoço", projetou Sadio Mané, lembrando que, com apenas 13 anos de idade, acompanhou em Bambala a final da Liga dos Campeões em 2005, quando o mesmo Liverpool faturou o título ao superar o Milan na decisão realizada em Istambul, na Turquia.

"Lembro que o Milan ganhava por 3 a 0 e depois o Liverpool conseguiu empatar por 3 a 3 e ganhou o título na disputa por pênaltis. É uma grande lembrança para mim", disse o atleta, que na Rússia estará presente na segunda Copa do Mundo a ser disputada por Senegal. O país só conseguiu se classificar para o Mundial de 2002 anteriormente.

Naquela ocasião, na competição realizada no Japão e na Coreia do Sul, a seleção senegalesa fez bonito ao avançar às quartas de final, fase em que foi eliminada pela Turquia. Na Copa da Rússia, o país integrará o Grupo H e fará a sua estreia no dia 19 de junho, contra a Polônia, em Moscou. Depois, terá pela frente o Japão, no dia 24, e a Colômbia, no dia 28, em seus outros dois duelos na primeira fase do torneio.