• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Após perder com pênalti polêmico, Atlético-MG vê 'falta de critério' de árbitros

Esportes

Após perder com pênalti polêmico, Atlético-MG vê 'falta de critério' de árbitros

Depois de o Atlético Mineiro ser derrotado por 3 a 2 pelo Sport, na noite desta quarta-feira, na Ilha do Retiro, em Recife, o técnico Thiago Larghi e o diretor de futebol do clube, Alexandre Gallo, apontaram que o time está sofrendo com a "falta de critério" dos árbitros neste Campeonato Brasileiro. Desta vez, o gol que selou o revés atleticano foi marcado por meio de um pênalti polêmico, assinalado pelo juiz Wagner do Nascimento Magalhães após a bola tocar na mão do zagueiro Gabriel em um cruzamento de Michel Bastos.

Para o treinador, a sua equipe deixou de ser beneficiada com esse mesmo tipo de marcação em outras partidas deste Brasileirão. "Vocês (jornalistas) me conhecem, sabem que não gosto de falar de arbitragem, mas é questão de critério. Até tudo bem dar o pênalti, acho que não foi, mas para a gente houve inúmeros pênaltis assim, jogadas assim a nosso favor, e os árbitros não deram", reclamou Larghi, em entrevista coletiva.

Gallo também não escondeu o seu descontentamento com a arbitragem em conversa com a imprensa após a partida desta quarta-feira, quando resolveu se pronunciar para manifestar indignação com erros de juízes que ele apontou como recorrentes.

"É ruim estar aqui depois de uma derrota dessa, mas venho falar de arbitragem. Não podemos, mais uma vez, reclamar de uma situação dessa. Estamos tentando uma aproximação com a CBF e queremos critério. Isso já aconteceu com o Atlético por cinco vez, nos incomoda bastante. Se acontece para um, tem que acontecer para todos, e não em um lance decisivo que acabou interferindo no jogo por causa de um critério que não tem acontecido para todos", afirmou o dirigente.

Gallo, em seguida, destacou que o clube chegou ao seu limite de paciência e prometeu agir nos bastidores caso ocorram erros de arbitragem que considere prejudiciais ao time em uma nova partida deste Brasileirão. "Não vamos aceitar uma próxima situação dessa. Aconteceu para nós em cinco oportunidades, mas na primeira contra o Atlético foi marcado o pênalti", reforçou.

'PEQUENAS FALHAS' - Ao analisar a atuação atleticana contra o Sport, Larghi ressaltou a decepção após o time não ter conseguido sustentar a vantagem de 2 a 1 no placar, obtida de virada com gols de Cazares e Ricardo Oliveira já na etapa final, e ponderou que a equipe apresentou apenas "pequenas falhas" neste duelo em Recife.

"A gente sente muito que não conseguiu o resultado, imagino que o torcedor está sentindo isso, mas a gente sabe que o jogo foi bem jogado. O time propôs, criou chances. Saímos daqui cientes de que temos que consertar pequenas falhas que temos cometido. O time tinha que ter maturidade para segurar o 2 a 1, infelizmente não conseguimos", disse o comandante.

O Atlético já vinha de uma derrota por 1 a 0 para o Flamengo, sofrida no último final de semana, em Belo Horizonte, e agora vai se preparar para encarar a Chapecoense, neste sábado, às 16 horas, no estádio Independência, pela nona rodada do Brasileirão, no qual o time mineiro ocupa a sétima posição, com 13 pontos.