Djokovic volta a sofrer, mas bate espanhol e vai à 3ª rodada de Roland Garros

Esportes

Djokovic volta a sofrer, mas bate espanhol e vai à 3ª rodada de Roland Garros

Atual 22º colocado da ATP e 20º cabeça de chave desta edição do Grand Slam francês, o sérvio alcançou pela 13ª vez em sua carreira esta fase da mais importante competição de tênis realizada em quadras de saibro

Redação Folha Vitória

Assim como aconteceu na estreia que fez contra o brasileiro Rogério Dutra Silva na última segunda-feira, Novak Djokovic sofreu um pouco para confirmar o seu favoritismo nesta quarta, mas assegurou classificação à terceira rodada de Roland Garros ao bater o espanhol Jaume Munar por 3 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/1), 6/4 e 6/4, em 2h18min de confronto em Paris. 

Atual 22º colocado da ATP e 20º cabeça de chave desta edição do Grand Slam francês, o sérvio alcançou pela 13ª vez em sua carreira esta fase da mais importante competição de tênis realizada em quadras de saibro. E ele se credenciou para enfrentar na próxima fase o também Roberto Bautista-Agut, que em outro duelo já encerrado do dia eliminou o colombiano Santiago Giraldo com parciais de 6/4, 7/5 e 6/3.

Campeão de Roland Garros em 2016, o tenista de Belgrado ainda não ganhou nenhum título neste ano e vem sendo atrapalhado por lesões desde 2017, sendo que no começo de 2018 chegou a ser submetido a uma cirurgia no cotovelo.

Na luta para recuperar o tênis que anteriormente o fez se firmar como líder do ranking mundial, o sérvio chegou a ter o seu saque quebrado por duas vezes por Jaume Munar, apenas o atual 155º da ATP, no primeiro set do duelo desta quarta. Porém, o favorito converteu os dois break points cedidos pelo espanhol na parcial e a disputa foi ao tie-break, no qual exibiu superioridade para fechar em 7/1.

No segundo set, Munar obteve uma nova quebra de serviço, mas Djokovic foi feliz em duas de três oportunidades de ganhar games no saque do rival e venceu por 6/4. Já na terceira parcial, desta vez sem sofrer nenhuma quebra, o sérvio converteu um de dois break points e repetiu o 6/4 para liquidar o confronto.

Próximo rival de Djokovic, Roberto Bautista-Agut ocupa a 13ª posição do ranking da ATP e foi superado em seis dos sete duelos que travou com o sérvio até hoje no circuito profissional. Uma destas derrotas ocorreu justamente em Roland Garros, em 2016, nas oitavas de final da campanha vitoriosa traçada pelo seu adversário.

OUTROS JOGOS - Outro tenista espanhol que assegurou classificação à terceira rodada do Grand Slam parisiense em outro duelo já encerrado nesta quarta-feira foi Pablo Carreño-Busta, décimo cabeça de chave, que eliminou o argentino Federico Delbonis com uma vitória por 3 sets a 1, parciais de 7/6 (7/0), 7/6 (7/2), 3/6 e 6/4.

E o próximo adversário do atual 11º colocado da ATP também já está definido. Trata-se do italiano Marco Cecchinato, que superou o argentino Marco Trungelliti por 3 sets a 0, com 6/1, 7/6 (7/1) e 6/1.

O veterano Fernando Verdasco, 30º cabeça de chave, foi outro espanhol a eliminar um argentino em duelo já encerado nesta quarta para avançar à próxima fase em Roland Garros. Ele arrasou Guido Andreozzi por 6/3, 6/2 e 6/2 e se credenciou para encarar o ganhador da partida entre o búlgaro Grigor Dimitrov, quinto colocado da ATP, e o norte-americano Jared Donaldson, também prevista para ser encerrada neste dia de duelos.

BERDYCH CAI - Em fase decadente de sua carreira, o ex-Top 10 checo Tomas Berdych foi eliminado do Grand Slam nesta quarta. O atual 20º colocado da ATP acabou sendo batido pelo francês Jeremy Chardy, 86º tenista do mundo, em uma batalha de cinco sets que terminou com parciais de 7/6 (7/5), 7/6 (10/8), 1/6, 5/7 e 6/2.

Essa partida foi válida ainda pela primeira rodada da chave masculina de simples e, na fase seguinte da competição, o tenista travará um confronto de jogadores da casa com

Pierre-Hugues Herbert, que nesta quarta superou o canadense Peter Polansky por 3 sets a 1, com 6/3, 4/6, 6/2 e 6/2.