Em Belo Horizonte, Palmeiras tenta aliviar pressão sobre elenco e treinador

Esportes

Em Belo Horizonte, Palmeiras tenta aliviar pressão sobre elenco e treinador

Redação Folha Vitória

O Palmeiras joga nesta quarta-feira em Belo Horizonte contra o Cruzeiro, às 21h45, no estádio do Mineirão, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro, com a cabeça em afastar a proximidade de uma possível crise por causa das oscilações recentes. Na última rodada, perdeu de virada para o Sport em casa por 3 a 2.

Questionado, o técnico Roger Machado conta com um bom resultado para ganhar tranquilidade para o duelo deste sábado - o clássico contra o embalado São Paulo pela nona rodada, no estádio Allianz Parque, na capital paulista.

Possível titular no lugar do meia Lucas Lima, um dos atletas em xeque e que chegou a ser vaiado pela torcida na última partida, Hyoran quer ocupar o seu espaço, mas se sente incomodado com as críticas ao companheiro.

"Eu fico muito triste pela cobrança enorme em cima do Lucas Lima. Sabemos da qualidade dele, é nível seleção brasileira. Quando entro em campo, procuro não focar muito nisso porque tenho de corresponder. E venho buscando meu espaço desde que cheguei. Pela qualidade do grupo, nunca foi fácil e não vai ser fácil agora", disse o meia.

O time não terá Felipe Melo, que sofreu uma pancada no joelho e será poupado. Recuperados de lesão, Artur e Moisés devem ser opções no banco de reservas. Sem o volante titular, Thiago Santos deve jogar ao lado de Bruno Henrique e Willian volta a jogar depois de ser poupado.

Com 11 pontos, o Palmeiras ocupa a sétima posição do Brasileirão. Tem um ponto a mais que o adversário desta quarta-feira, que está em 10.º lugar.