Flamengo recebe o Bahia no Maracanã para se manter na liderança do Brasileirão

Esportes

Flamengo recebe o Bahia no Maracanã para se manter na liderança do Brasileirão

Redação Folha Vitória

Em lua de mel com a sua torcida, o Flamengo recebe o Bahia nesta quinta-feira, feriado de Corpus Christi, às 16 horas, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, para manter a liderança isolada do Campeonato Brasileiro. O duelo é válido pela oitava rodada da competição.

O time rubro-negro conquistou a ponta na rodada anterior com a vitória por 1 a 0, em Belo Horizonte, sobre o Atlético Mineiro, rival direto pela primeira posição. Soma 14 pontos e só depende de si para terminar a rodada sem ver ninguém à sua frente novamente.

"É importante vencer em casa. Temos alguns jogos aqui e temos que somar o maior número possível de pontos. Aproveitar a parada para a Copa, ter tempo para trabalhar que vai ser bom demais para a equipe", afirmou o zagueiro Léo Duarte, que será titular de novo, desta vez ao lado de Rhodolfo, que volta ao time. Os experientes Juan e Rever seguem em recuperação de lesão.

Presente da lista de suplentes do técnico argentino José Pekerman, comandante da Colômbia, o volante Cuéllar é o principal desfalque da equipe. O colombiano já não atuou na última rodada, pois estava suspenso.

Agora, como a lista final só será divulgada nesta segunda-feira, dia 4, o volante também desfalca o Flamengo no compromisso seguinte contra o Corinthians, neste domingo. Ele não pode atuar pois, diferentemente da CBF, a Federação Colombiana de Futebol não libera a participação de jogadores que integram a lista de suplentes dos jogos pelos seus clubes.

Com isso, Jonas, titular contra o Atlético Mineiro e em jogos da fase de grupos da Copa Libertadores, segue no time. Ele é o único meia marcador da equipe e foi peça fundamental na vitória em Belo Horizonte ao ser o maior ladrão de bolas da partida, com nove roubadas.

"O desarme sempre foi uma de minhas virtudes. Procuro treinar bastante algumas técnicas que desenvolvi ao longo da carreira para me aperfeiçoar mais nesse quesito", disse o volante, cão de guarda que protege a defesa e ajuda no funcionamento da formação ofensiva do time, que tem Everton Ribeiro, Lucas Paquetá e Diego na armação das jogadas e Vinicius Junior e Henrique Dourado no ataque.