Ídolo do Chelsea, Lampard é anunciado como técnico do Derby County

Esportes

Ídolo do Chelsea, Lampard é anunciado como técnico do Derby County

Redação Folha Vitória

Pouco mais de um ano depois de anunciar a aposentadoria dos gramados, o inglês Frank Lampard exercerá um novo cargo no futebol, o de treinador. E ele já tem seu primeiro emprego na função. Nesta quinta-feira, o ex-meia foi anunciado como técnico do Derby County, da segunda divisão inglesa.

Aos 39 anos, Lampard assinou contrato por três temporadas com o clube. Ele faz parte de uma nova safra de treinadores que estão surgindo na Inglaterra, ao lado de seu ex-companheiro de seleção Steven Gerrard, que vai comandar o Rangers na Escócia, mas descartou que queira tirar o espaço dos técnicos veteranos do país.

"Estou empolgado por ser da nova geração de técnicos. Acho que na Inglaterra temos ficado para trás nos últimos tempos, Alemanha e Espanha estão na frente. Mas acho que ter técnicos de diferentes tipos é um ganho. Os técnicos antigos não vão a lugar nenhum. Não temos que lutar contra eles, precisamos mostrar que somos capazes", declarou.

Ao longo dos cerca de 20 anos de carreira, com as camisas de West Ham, Swansea, Chelsea, Manchester City e New York City, Lampard trabalhou com técnicos como Claudio Ranieri, Jose Mourinho, Carlo Ancelotti, Luiz Felipe Scolari, Guus Hiddink e Manuel Pellegrini. Mas ele garantiu que não será uma "cópia" de nenhum destes nomes.

"Eu não serei uma cópia de nenhum técnico que tive. Vou fazer meus próprios julgamentos. Vou estar aberto. Sou um técnico novo, recém-aposentado. Eu sei as necessidades de um vestiário e vou conseguir um relacionamento rapidamente. Serei uma tela em branco. Sou um trabalhador e vou trazer isso para cá", projetou.

Como jogador, Lampard marcou época no Chelsea, mas também com a camisa da seleção inglesa. Depois de anunciar sua aposentadoria no New York City, em fevereiro do ano passado, ele trabalhou como comentarista. Agora, chega para o Derby County, que ficou em sexto na segunda divisão na última temporada e caiu diante do Fulham nos playoffs que definiram o último time a subir para a elite do país.