Velocidade da Coreia do Sul preocupa seleção feminina na Liga das Nações

Esportes

Velocidade da Coreia do Sul preocupa seleção feminina na Liga das Nações

Redação Folha Vitória

Apesar do embalo de cinco vitórias seguidas na Liga das Nações, a seleção brasileira feminina de vôlei está atenta à velocidade da Coreia do Sul, rival desta terça-feira, na cidade holandesa de Apeldoorn. Para as jogadoras do Brasil, a agilidade das asiáticas será o maior fator de preocupação nesta abertura da terceira semana da competição.

"É um time asiático que joga muito rápido, trabalha a mão de fora no bloqueio, além das mexidas", alertou a oposta Tandara. "É um jogo parecido com o do Japão. Estamos treinando muito e sabemos da importância dessa semana para nossa classificação à fase final. Esperamos fazer uma excelente semana para sairmos daqui com três vitórias."

Capitã e levantadora da seleção, Roberta também se mostrou preocupada com a velocidade das sul-coreanas. "É sempre difícil enfrentar as equipes asiáticas. Elas jogam com velocidade, muitas mexidas, batidas contra o corpo e sem tanta potência de ataque. Temos que jogar muito concentradas, com atenção no nosso saque e na defesa. Não será um jogo fácil e vamos tentar começar essa fase com vitória", projetou Roberta.

A partida desta terça está marcada para as 11h30 (horário de Brasília). Na sequência, as brasileiras vão enfrentar a Polônia e a anfitriã Holanda. O time comandado pelo técnico José Roberto Guimarães está em segundo lugar na tabela da competição, com 15 pontos. A liderança pertence ao Estados Unidos, com 16.