Futebol de Areia ganha nova entidade no Espírito Santo para ajudar a reerguer o esporte

Esportes

Futebol de Areia ganha nova entidade no Espírito Santo para ajudar a reerguer o esporte

O ex-goleiro Marcos Antônio Santos Filho, o Marquinhos, será o presidente da Federação Capixaba de Beach Soccer e quer recolocar o esporte no topo do ES

Foto: Divulgação Arquivo Pessoal

Celeiro de craques e referência nacional no Beach Soccer durante anos, o futebol de areia do Espírito Santo tem uma nova entidade para comandar o esporte no Estado. A nova federação da modalidade em solo capixaba foi fundada como Federação Capixaba de Beach Soccer (Fecabes), que tem como presidente o ex-goleiro campeão Marcos Antônio Santos Filho, o Marquinhos.

Formado em Ciências Contábeis pela Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e atual Consultor do Tesouro Estadual da Secretaria de Estado da Fazenda do Espírito Santo, Marquinhos pretende trazer a experiência adquirida como organizador de finanças, também para a Fecabes, fortalecendo e certificando a Fecabes como uma organização séria e confiável.

"O Beach Soccer Capixaba sempre foi o exemplo de esporte coletivo do Espírito Santo. Tricampeã Brasileira, da Copa do Brasil, Copa dos Campeões, revelou dezenas de atletas para diversos clubes nacionais e internacionais, para a Seleção Brasileira, dois deles inclusive melhores do mundo FIFA. Passamos por um momento difícil com a falta de calendário e incentivo que inclusive adiantou meu processo de aposentadoria. Mesmo parado, sempre incentivei a nova geração e a paixão pelo esporte sempre falou muito alto. Então, buscamos a aproximação e conversando com diversos atletas e ex- atletas, associações, times, fui encorajado a assumir este papel de representar o esporte para alavancar o nosso Beach Soccer. Manter a paixão que o Capixaba tem por este esporte", afirmou o mandatário.

O presidente também comentou sobre o planejamento a curto e longo prazo à frente da Federação. A princípio, a sede da Fecabes se encontra em Jardim Camburi, mesmo local da sede da Associação Capixaba de Esporte e Lazer (Acel).

"A gente espera oxigenar o beach soccer. Fazer um calendário fixo, com competições atraentes. Relembrar aquele alto rendimento e partidas memoráveis que já aconteceram aqui. Queremos ver as arenas lotadas e o público empolgado. O povo Capixaba merece este retorno. Neste momento buscamos o apoio e a diversidade com os principais atores do Beach Soccer Capixaba. Além disso, queremos firmar parcerias com projetos vencedores no esporte. Isso diretamente. Temos outras dezenas de pessoas e atletas dando um belo suporte.", ressaltou Marquinhos.

Foto: Divulgação
Logomarca oficial da Fecabes

Metropolitano 2021

O Campeonato Metropolitano está de volta! Ainda sem data ou local definidos, a Fecabes já está em contato com equipes interessadas a participarem da terceira edição do certame. Esse é apenas um dos planos para a sequencia da temporada, como explica o presidente.

"Neste primeiro momento estamos trabalhando para formatação da Federação, busca de apoio e patrocínios, regulamentar o esporte e fixar nosso calendário. Neste sentido, vamos trazer novamente agora em maio se a pandemia nos permitir (e com toda segurança) o Campeonato Metropolitano de Beach Soccer, que além do alto nível técnico premia as equipes masculinas e femininas com R$ 13.000,00 (treze mil reais) em premiação (igual para as categorias). Temos programado um campeonato Estadual de Clubes para o segundo semestre. Mas pensamos em expandir, trazer de volta nosso charmoso Campeonato Estadual de Seleções, fomentar a base com campeonatos também. Vamos nos estruturar para fazer ainda mais bonito", afirmou o ex-goleiro.