Fukushima quer receber tocha no revezamento de 2022

Esportes

Fukushima quer receber tocha no revezamento de 2022

Redação Folha Vitória

Fukushima - Cenário de uma grande tragédia em 2011, Fukushima vem se reerguendo desde então e quer mostrar para o mundo o poder de recuperação do local e de seus habitantes. Para isso, o governador da província pediu nesta terça-feira que o revezamento da tocha olímpica para os Jogos de 2020, que acontecerão em Tóquio, passe pela região japonesa, devastada por um acidente nuclear há três anos.

O governador Yuhei Sato fez a proposta ao se encontrar com Yoshiro Mori, ex-primeiro ministro japonês e chefe do Comitê Organizador de Tóquio. Mori esteve em Fukushima como parte de seu tour pelo norte do Japão para avaliar as instalações da região.

O próprio Sato admitiu que a ideia da província é mostrar para o mundo a reconstrução do local. A proposta pareceu ter agradado Mori, que prometeu considerar o pedido. A preocupação, no entanto, é de que atletas e visitantes não recebam tão bem a possibilidade, temendo possível efeitos da radiação.

A usina nuclear Dai-ichi de Fukushima sofreu diversos danos após um terremoto e um tsunami atingirem o local, liberando radiação e causando um grande acidente em março de 2011. A tragédia deixou milhares de mortos e devastou a região.