Lesão de Montes dá motivação extra ao México na Copa

Esportes

Lesão de Montes dá motivação extra ao México na Copa

Montes quebrou dois ossos da perna em um amistoso contra o Equador no último sábado, em Dallas, nos Estados Unidos

Dallas - A traumática baixa de Luís Montes para a disputa da Copa do Mundo vai ser uma "motivação extra" para o México, de acordo com outro integrante da seleção, o meio-campista Héctor Herrera, lembrando que a lesão do companheiro deixou todos abalados no grupo.

Montes quebrou dois ossos da perna no sábado, em um amistoso contra o Equador, em Dallas, nos Estados Unidos. Anteriormente, os mexicanos já haviam amargado o corte do volante Juan Carlos Medina, com uma lesão no tornozelo direito.

"É uma motivação extra, ter alguém para dedicar o Mundial. Agora nos cabe lutar por eles e por suas famílias", disse Héctor Herrera.

Segundo ele, a equipe tem que ter a consciência de que, apesar da nova baixa, deve oferecer seu melhor futebol no Brasil. "É preciso levantar a cabeça, continuar trabalhando e é o que vamos fazer", avisou Héctor Herrera.

Ele comentou ainda que é impossível evitar esse tipo de lesão, apesar de muito se falar em cuidado antes de competições como o Mundial. Mesmo com os exemplos dos colegas de seleção, Héctor Herrera não pretende se poupar. "Pessoalmente, eu não estou pensando que, se entro mais forte, vou me machucar. É algo que nasce da garra, da vontade", comentou.

A seleção mexicana fez um trabalho de recuperação neste domingo e viaja para Chicago nesta segunda-feira. No dia seguinte, eles encaram a Bósnia-Herzegovina, em mais um amistoso de preparação para a Copa do Mundo.

Já Montes voltou para o México depois do jogo em Dallas para ser operado em Guadalajara. De acordo com os médicos, o procedimento realizado neste domingo foi um sucesso e ele deve ficar de quatro a seis meses fora dos gramados.