"O Brasil jogou muito bem", defende José Maria Marin

Esportes

"O Brasil jogou muito bem", defende José Maria Marin

Rio - O presidente da CBF, José Maria Marin, renovou sua confiança em Luiz Felipe Scolari, nesta quarta-feira, depois do empate da seleção brasileira contra o México, ocorrido na última terça, no Castelão, em Fortaleza. Mas alertou para a continuidade na Copa do Mundo: "Não haverá jogo fácil".

Falando em um evento da Fifa, o cartola fez questão de insistir que está "muito tranquilo" em relação ao desempenho da seleção e considera que o time jogou "muito bem" diante dos mexicanos. "Estou satisfeito com o jogo de ontem (terça)", disse. "Uma vitória seria melhor. mas só o fato de o goleiro do México ter sido o melhor em campo significa que Brasil esteve bem melhor. A seleção atuou bem. Estou muito tranquilo e renovo a confiança em Scolari", afirmou. "Tenho total confiança", repetiu.

Ao analisar o desempenho brasileiro, Marin também lembrou que a Copa está revelando várias surpresas. "A seleção campeã do mundo teve um resultado que causou surpresa", disse. "O Uruguai também teve uma surpresa. Na Copa, não existe partida fácil", declarou.

O dirigente ainda pediu que a seleção respeite "todos os adversários". "Toda partida será uma batalha. Não existe vencedores de véspera na Copa", afirmou Marin. "Teremos de ter respeito pelos adversários", completou.

O Brasil voltará a jogar pelo Mundial na próxima segunda-feira, contra Camarões, no Mané Garrincha, em Brasília, onde tentará assegurar sua classificação às oitavas de final.