Técnico da Grécia provoca e pede torcida contrária

Esportes

Técnico da Grécia provoca e pede torcida contrária

Redação Folha Vitória

Recife - O técnico da Grécia, Fernando Santos, parece não fazer muita questão de contar com a simpatia da torcida brasileira na Copa do Mundo. Ao ser questionado sobre o fato de a Costa Rica, adversária deste domingo, contar com mais apoio dos recifenses do que sua equipe, o treinador resolveu tratar a questão com desdém e ainda ironizou.

"Com nós, sempre foi assim nos três primeiros jogos da Copa (contra Colômbia, Japão e Costa do Marfim). Não sei porque não gostam da Grécia, mas isso é outra questão. Espero que a torcida brasileira continue torcendo contra nós", disparou o treinador português. Costa Rica e Grécia se enfrentam neste domingo, às 17h.

Na opinião de Santos, é natural que as seleções da América tenham mais torcida. "É respeitável que tenha mais torcedores da Costa Rica, mas é um país mais perto e fácil de vir. E o povo brasileiro sempre apoia mais as equipes latinas", analisou. Ele assegura que a força das arquibancadas não deve atrapalhar os gregos neste domingo. "Temos que vencer a Costa Rica, não o público."

Em relação ao time, ele avisou que também não deve promover alterações. "Não acredito que os dois treinadores mudem algo. Quando você trabalha e as coisas dão certo, tem que manter", completou.