Atletas da seleção buscam apoio da família e dos colegas após eliminação

Esportes

Atletas da seleção buscam apoio da família e dos colegas após eliminação

Redação Folha Vitória

Concepción - Os jogadores da seleção brasileira mostraram abatimento e tristeza ao deixarem a concentração da equipe em Concepción na manhã deste domingo, por volta das 11 horas. Alguns dos mais abatidos eram Éverton Ribeiro e Douglas Costa que perderam as penalidades na decisão contra o Paraguai - o Brasil perdeu por 4 a 3.

Douglas Costa não falou com a imprensa, mas recebeu consolo do colega de quarto Willian, que havia passado por situação semelhante - ele perdeu um pênalti na decisão contra o Chile, na Copa do Mundo, mas o Brasil acabou classificado.

"Fiquei no meu quarto, conversei com o Douglas (Costa) que perdeu o pênalti e estava um pouco chateado. Conversei com porque isso havia acontecido comigo também. Naquela situação, a gente saiu vencedor, mas infelizmente nessa nós não conseguimos", disse o jogador do Chelsea. "Foi uma noite muita dura. Tive dificuldade para dormir", completou.

Éverton Ribeiro afirmou que ainda não viu pela tevê o pênalti perdido. "A noite não foi fácil. A gente fica pensando no jogo a todo momento, mas situações assim são boas para a gente aprender. Vou ver para ver o que aconteceu, como bati", afirmou o ex-cruzeirense. "Falei com minha família. Nesses momentos, é bom receber conforto, mas todos estão tristes. A gente precisa passar por momentos difíceis para depois crescer", afirmou.