• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Chapecoense surpreende e vence o Cruzeiro no Mineirão

Esportes

Chapecoense surpreende e vence o Cruzeiro no Mineirão

O jogo foi equilibrado até os 30 minutos da etapa inicial. A Chapecoense conseguiu dois escanteios nos cinco primeiros minutos de jogo

Luxemburgo perde os 100% de aproveitamento no comando do Cruzeiro Foto: Estadão Conteúdo

Belo Horizonte - A Chapecoense quebrou a sequência de três vitórias do Cruzeiro e derrotou o time celeste por 1 a 0 em partida neste domingo pela manhã, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro, no Mineirão. Azar da torcida da equipe da casa, que foi pela primeira vez ao estádio acompanhar uma partida do time no novo horário de jogos da competição, às 11 da manhã.

As três vitórias cruzeirenses até o momento foram todas sob o comando de Vanderlei Luxemburgo, que retornou há 20 dias ao Cruzeiro depois de vencer a Tríplice Coroa pelo clube em 2003. Em sua primeira derrota no retorno ao time, Luxemburgo, como de praxe, reclamou muito da arbitragem antes, mas principalmente depois do gol da Chapecoense, marcado por Camilo, de falta, aos 35 minutos do primeiro tempo.

O jogo foi equilibrado até os 30 minutos da etapa inicial. A Chapecoense conseguiu dois escanteios nos cinco primeiros minutos de jogo. Pelo Cruzeiro, o atacante Leandro Damião enfrentava forte marcação. Aos 19 minutos, uma das melhores chance do time mineiro no primeiro tempo. Mayke cobrou lateral, Leandro Damião conseguiu dominar e, sem poder chutar, rolou para Willian, que bateu mal na bola.

Aos 33 minutos, com a Chapecoense melhor na partida, Henrique impediu contra-ataque de Gil e levou amarelo. Falta de frente para o gol de Fábio cobrada por Camilo à esquerda do goleiro para abrir o placar no Mineirão. Aos 44 minutos, o Cruzeiro teve nova chance. Willian cruzou da direita, Damião conseguiu subir mais que a zaga, desviou de cabeça, mas Danilo fez a defesa.

À frente no placar, a Chapecoense apertou ainda mais a marcação no segundo tempo. O Cruzeiro, mesmo depois das três substituições regulamentares, não conseguia ameaçar o gol adversário. Aos 17 minutos, Leandro Damião dominou pela esquerda e rolou para Allano, que chutou muito mal para fora.

Buscando estabelecer ritmo mais lento quando tinha posse de bola, a Chapecoense esperava apenas o apito final. Por volta dos 30 minutos, parte da torcida do Cruzeiro, já prevendo a derrota, passou a hostilizar o presidente do time, Gilvan de Pinho Tavares, e a pedir a pedir a contratação de jogadores.

Com a vitória, a Chapecoense, tem o primeiro resultado positivo fora de casa e se recuperou de derrotas para Flamengo e São Paulo. A equipe de Santa Catarina, oitava colocada na tabela, com 12 pontos, volta a campo no sábado em partida contra o Sport em casa. Já o Cruzeiro, 11.º, com dez pontos, vai a Curitiba enfrentar o Coritiba no domingo.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 0 X 1 CHAPECOENSE

CRUZEIRO - Fábio; Mayke (Fabiano), Manoel, Bruno Rodrigo e Pará (Joel); Charles, Henrique (Bruno Edgar), Allano e Marquinhos; Willian e Leandro Damião. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

CHAPECOENSE - Danilo; Apodi, Rafael Lima, Neto e Dener; Elicarlos, Bruno Silva, Gil (Nenén), Wagner (Hyoran) (Cleber Santana) e Camilo; Edmílson. Técnico: Vinícius Eutrópio.

GOL - Camilo, aos 35 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Pericles Bassols Pegado Cortez (RJ).

CARTÕES AMARELOS - Pará, Henrique, Gil, Bruno Edgar, Bruno Rodrigo, Neto, Danilo.

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG).