Após derrota do São Paulo, Bauza lamenta lesões e primeiro tempo ruim

Esportes

Após derrota do São Paulo, Bauza lamenta lesões e primeiro tempo ruim

Redação Folha Vitória

Florianópolis - O técnico Edgardo Bauza afirmou nesta quarta-feira, depois da derrota do São Paulo por 1 a 0 para o Figueirense, pelo Campeonato Brasileiro, que o primeiro tempo ruim e a necessidade de fazer duas substituições por lesão selaram o resultado negativo. O argentino disse que pelo apresentado na etapa final, a equipe merecia voltar de Florianópolis ao menos com o empate.

"No segundo tempo conseguimos arrumar o time. Fizemos uma atuação para poder empatar, mas não conseguimos. Tivemos ainda dois lesionados que me forçaram a fazer duas mudanças. Só fiquei com uma alteração para fazer. Fomos punidos pelo primeiro tempo", comentou o argentino em entrevista coletiva no estádio Orlando Scarpelli.

Bauza perdeu os dois volantes por lesão. Wesley sentiu problema muscular ainda aos 14 minutos da primeira etapa. João Schmidt entrou no lugar dele. Já na etapa final, Thiago Mendes também sentiu dores e para deixar o time mais ofensivo, o argentino apostou no atacante Rogério como substituto.

O treinador relembrou que por diferentes motivos, tinha muitos desfalques. "Não tivemos seis titulares. Vamos tentar solucionar problemas. É uma pena. Agora vamos ter outro jogo difícil como visitante (contra o Cruzeiro, no Mineirão) e também teremos lesionados", afirmou.

Hudson, Michel Bastos e Maicon ficaram fora por problemas musculares, Mena e Rodrigo Caio estão com suas seleções para a Copa América Centenário, enquanto Calleri viajou à Europa para fazer o seu passaporte europeu.

Segundo o argentino, os desfalques já fazem o clube procurar reforços. "Não se podem trazer jogadores de um dia para o outro. Estamos falando com a diretoria. Até domingo, não dá tempo. Temos muitos lesionados, teremos que tentar recuperar", afirmou.

Derrotado, o São Paulo é o oitavo colocado do Brasileirão com sete pontos. O time volta a jogar no próximo domingo, no Mineirão, diante do Cruzeiro.