Fred volta para Minas 11 anos depois, mas não para o clube que buscava acerto

Esportes

Fred volta para Minas 11 anos depois, mas não para o clube que buscava acerto

No Atlético-MG, o salário do jogador deverá ficar próximo do que recebia no Fluminense. O valor, no entanto, será pago com a ajuda de patrocinadores

Redação Folha Vitória
No Atlético-MG, Fred se junta a Robinho e Lucas Pratto, também homens de frente no time Foto: Reprodução/Instagram

Belo Horizonte - Onze anos depois de deixar o futebol mineiro, o atacante Fred volta a atuar por um time do estado, mas não o que vinha tentando se acertar há pelo menos três anos. Desde 2014, o agora atacante do Atlético-MG mantinha contatos frequentes com o Cruzeiro, time que defendia antes de se transferir para o Lyon, da França, em 2005.

As negociações com o Cruzeiro nunca avançaram. Os motivos, conforme fontes próximas ao jogador, envolviam questões salariais. Em seu último clube, Fred recebia R$ 800 mil. O atacante ainda tem "negócios" com o time: uma dívida de R$ 2,5 milhões relativa a cláusulas contratuais na transferência do jogador para o futebol francês.

No Atlético-MG, o salário do jogador deverá ficar próximo do que recebia no Fluminense. O valor, no entanto, será pago com a ajuda de patrocinadores.

Fred tinha mais dois anos e meio de contrato com o Fluminense. Porém, por desentendimentos com o técnico Levir Culpi, o clima na equipe se deteriorou para o atacante, que chegou a dizer que não jogaria mais na equipe sob o comando do treinador. Houve reconciliação, mas o ambiente permaneceu ruim.

No Atlético-MG, Fred se junta a Robinho e Lucas Pratto, também homens de frente no time. No entanto, é provável que Pratto seja negociado em breve, na janela do meio do ano. O contrato com o clube vai até o fim da temporada de 2018. A apresentação do jogador está marcada para esta sexta.

Aos 32 anos, Fred chega ao Atlético-MG acumulando seu quinto time desde 2003, quando despontou no América-MG, clube em que jogou em 2003 e 2004. Foi então para o Cruzeiro, ficou até 2005 e seguiu para o Lyon, da França. Em 2009, foi para o Fluminense.

É grande a expectativa da torcida em Minas Gerais em torno da estreia do jogador, o que poderia ocorrer já no clássico de domingo, contra o Cruzeiro pelo Campeonato Brasileiro. Sobretudo por conta do comportamento do atacante em jogos do Fluminense contra o Cruzeiro. Fred não comemorava gols contra o time celeste, por considerá-lo como clube importante em sua carreira.

João Pimenta, dono de um bar na Savassi - zona sul de Belo Horizonte - muito frequentado por atleticanos, afirma que, nesse ponto, o jogador tem que mudar de postura. "Com a gente não tem essa. Fez gol contra o nosso principal rival, tem que comemorar. Já para o cruzeirense Carlos Araújo, economista, antes Fred no Atlético-MG que no seu time. "O tempo dele já passou", disse.

A CARREIRA DE FRED:

2003 e 2004 - América-MG (51 jogos e 45 gols)

2004 e 2005 - Cruzeiro (71 jogos e 53 gols)

2005 a 2009 - Lyon (119 jogos e 41 gols)

2009 a 2016 - Fluminense (288 jogos e 172 gols)