Oitavas de final da Eurocopa tem um lado da chave com cinco campeões mundiais

Esportes

Oitavas de final da Eurocopa tem um lado da chave com cinco campeões mundiais

Redação Folha Vitória

Paris - A Eurocopa teve a sua fase de grupos encerrada nesta quarta-feira com a realização de quatro jogos que definiram uma situação peculiar para as oitavas de final, que serão disputadas no sábado, no domingo e na segunda. Os cinco campeões mundiais do continente - Alemanha, Itália, Espanha, Inglaterra e a anfitriã França - estão no mesmo lado da chave de confrontos e, assim, só um deles poderá chegar à grande decisão do dia 10 de julho, no Stade de France, em Saint-Denis.

Desde que o sorteio dos grupos foi realizado em dezembro do ano passado, já se sabia que pelo menos três destas seleções poderiam cair do mesmo lado da chave se confirmassem a primeira colocação de seus grupos. De fato, Alemanha, Itália e França cumpriram os seus papéis de favoritos e ficaram com a ponta de suas chaves.

O que aconteceu de excepcional é que Inglaterra e Espanha decepcionaram na fase de grupos e ficaram em segundo lugar nas suas chaves, fazendo com fossem para este lado da chave junto com Alemanha, Itália e França. Inclusive as oitavas de final já terá um duelo entre dois deles - italianos e espanhóis duelam na próxima segunda-feira, em Saint-Denis, em uma reedição da decisão da Eurocopa de 2012, vencida pela atual bicampeã Espanha.

Quem passar deste confronto terá pela frente, nas quartas de final, o vencedor da partida entre Alemanha e Eslováquia, que acontecerá neste domingo, em Lille. O outro quadrante deste lado da chave terá a França contra a Irlanda - também no domingo, em Lyon - e a Inglaterra contra a surpresa Islândia - na segunda-feira, em Nice.

Dos cinco campeões mundiais, apenas os ingleses nunca conquistaram uma Eurocopa, que começou a ser disputada em 1960. Nem sequer chegaram à final - foram semifinalistas em 1968 e 1996. Alemães e espanhóis têm três títulos cada, os franceses possuem dois e os italianos, apenas um.

Do outro lado da chave estão seleções com bom potencial técnico, casos de Portugal e Bélgica, mas nenhuma com qualquer título de expressão. Apenas portugueses e belgas chegaram à uma final cada e a Hungria foi semifinalista em duas edições.

Neste sábado, Suíça e Polônia abrem as oitavas de final, em Saint-Étienne. Na sequência, um inesperado e imprevisível duelo britânico entre País de Gales e Irlanda do Norte, no estádio Parque dos Príncipes, em Paris. E o dia será fechado com Croácia x Portugal, em Lens. No domingo, a Hungria encara a Bélgica, em Toulouse.

Os vencedores de suíços contra poloneses terão pela frente, nas quartas de final, quem passar de croatas e portugueses. A outra partida das quartas será entre galeses ou norte-irlandeses contra húngaros ou belgas.