Presidente do Grêmio rebate Argel e tenta minimizar polêmica: 'Fiz um elogio'

Esportes

Presidente do Grêmio rebate Argel e tenta minimizar polêmica: 'Fiz um elogio'

Redação Folha Vitória

Porto Alegre - Após ser menosprezado pelo técnico Argel Fucks, em uma recente "batalha" verbal através da imprensa, o presidente do Grêmio, Romildo Bolzan, tentou encerrar a polêmica nesta sexta-feira. Ressentido com as declarações do treinador do rival Internacional, o dirigente afirmou que fez um elogio a Argel, ao compará-lo a Luiz Felipe Scolari.

"Vamos combinar, deixa assim, essas coisas ficam no nível das colocações. São interpretações. Já li e ouvi o que ele disse, não vou debater com ele. Fiz um elogio a ele, recebi uma pedrada, fica ao nível de cada um interpretar", declarou o presidente gremista.

A polêmica teve início na quinta, quando Romildo foi questionado sobre o estilo dos técnicos Argel, Tite e Roger Machado, que lideram o Brasileirão. E, ao se referir ao treinador do rival Inter, disse que tinha estilo mais "brocador".

"O Grêmio já viveu isso também. No tempo do Felipão era semelhante. Tinha qualidade técnica e também tinha muita vibração", comentara o presidente gremista. "Vejo dois técnicos que se assemelham (Roger Machado e Tite) e um com perfil diferente (Argel)."

Argel, então, foi questionado sobre as declarações de Romildo nesta sexta. "Primeiro, devem estar muito preocupados comigo para estarem me comparando a outros treinadores. Segundo, eu não conheço o Romildo, nem sei quem é. Conheço o Vitório Piffero, campeão do mundo, bicampeão da Libertadores, então não posso falar de uma pessoa que não conheço. A gente se preocupa com a gente mesmo, com nosso trabalho, não com as outras pessoas", afirmou o técnico do Inter.

Foi depois desta declaração que Romildo se referiu à "pedrada" de Argel. O dirigente gremista disse que fez elogio ao técnico colorado por comparar seu estilo com o de Felipão, que conquistou títulos importantes pelo Grêmio na década de 90.

TREINO - Sem descanso após a derrota para o Palmeiras, por 4 a 3, na noite de quinta-feira, os jogadores do Grêmio se reapresentaram na tarde desta sexta, após viagem de volta a Porto Alegre. Enquanto os titulares fizeram trabalho de regeneração no vestiário, os reservas foram a campo, onde treinaram bolas aéreas, maior problema gremista no jogo disputado no Pacaembu.

O Grêmio volta a campo no domingo para enfrentar a Ponte Preta, em casa, pela sexta rodada do Brasileirão.