• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Oficializado pela Fiorentina, palmeirense Vitor Hugo assinará contrato de 4 anos

Esportes

Oficializado pela Fiorentina, palmeirense Vitor Hugo assinará contrato de 4 anos

Florença - A Fiorentina anunciou de forma oficial, nesta segunda-feira, a contratação do zagueiro Vitor Hugo, que já havia sido vendido pelo Palmeiras ao clube italiano em um negócio de cerca de R$ 27 milhões e também não vinha mais atuando pela equipe brasileira.

Ao oficializar o reforço, a Fiorentina revelou que o jogador assinará um contrato de quatro anos e que o acordo prevê a possível prorrogação do vínculo por mais uma temporada. A assinatura do acordo ocorrerá nesta terça-feira, depois de o atleta ser submetido a exames médicos e físicos marcados para o dia.

A Fiorentina também destacou os fatos de que Vitor Hugo foi campeão da Copa do Brasil e do Campeonato Brasileiro, além de ter marcado oito gols após a sua chegada ao Palmeiras, ocorrida em 2015, quando a Crefisa, patrocinadora master do clube, investiu cerca de R$ 6 milhões em sua contratação.

A Fiorentina não revelou valores relacionados ao negócio, mas, dos cerca de R$ 27 milhões pagos pelo clube italiano, apenas cerca de R$ R$ 7,5 milhões ficariam com o time alviverde, que é dono de 50% dos direitos econômicos do jogador. Porém, parte deste valor precisará ser repassada à Crefisa.

Vitor Hugo foi titular da equipe alviverde nas campanhas dos títulos da Copa do Brasil, no ano da chegada ao clube, e do Campeonato Brasileiro, em 2016. Nesta temporada, entretanto, o defensor perdeu espaço para Edu Dracena e passou a amargar a reserva.

A aproximação da Fiorentina com o Palmeiras começou no ano passado. Em setembro, a diretoria estendeu o contrato de Vitor Hugo de 2020 para 2021, além de dar um aumento salarial, para valorizar o zagueiro e dificultar a negociação com o futebol italiano. A convocação dele para a seleção brasileira, em janeiro, para o amistoso com a Colômbia, aumentou o interesse dos europeus.