Morre aos 79 anos Axel Schmidt, primeiro brasileiro campeão mundial na vela

Esportes

Morre aos 79 anos Axel Schmidt, primeiro brasileiro campeão mundial na vela

Redação Folha Vitória

Morreu no domingo o velejador Axel Schmidt, aos 79 anos, tio dos campeões olímpicos Torben e Lars Grael. Schmidt foi um dos pioneiros da vela no Brasil. Ele e seu irmão gêmeo, Erik, se tornaram os primeiros campeões mundiais do País na modalidade.

Na categoria Snipe, ainda faturaram o tricampeonato mundial consecutivo em 1961, 1963 e 1965. Os gêmeos também foram campeões dos Jogos Pan-Americanos de Chicago, em 1959, e prata no Pan de São Paulo, em 1963. Juntos também disputaram os Jogos Olímpicos do México de 1968 e de Munique de 1972.

Lars Grael divulgou mensagem no Facebook lamentando a morte do tio. Nela, ele destacou os principais feitos e conquistas de Axel Schmidt e também publicou algumas fotos, entre elas, do momento em que o pioneiro da vela conduziu a tocha olímpica dos Jogos do Rio de 2016.

"A vela brasileira perde um dos seus maiores nomes. Neste domingo perdemos o Tio, professor e comandante Axel Schmidt", escreveu. "Dedicou-se com o irmão a capacitar e formar os sobrinhos na vela. Desta dedicação, vieram Torben e Lars Schmidt Grael. Foi Comodoro do centenário Rio Yacht Club (Sailing) em Niteroi. A Vela brasileira agradece ao campeão. Nós agradecemos ao mestre. Veleje em paz", prosseguiu.

Mesmo aos 79 anos, Axel Schmidt ainda velejava na Baía de Guanabara e aconselhava as novas gerações de atletas do Rio Yacht Club. O velejador Axel deixa a esposa Moema, os filhos Ingrid e Anders e os netos Bárbara e Dylan. A causa da morte não foi informada pelos familiares.