Paraná bate Bahia em duelo direto contra rebaixamento, mas ambos seguem na degola

Esportes

Paraná bate Bahia em duelo direto contra rebaixamento, mas ambos seguem na degola

Redação Folha Vitória

Após um início ruim no Campeonato Brasileiro, o Paraná vai dando sinais de reação e chegou à segunda vitória seguida nesta quinta-feira ao bater o Bahia por 1 a 0, no estádio Durival Britto, em Curitiba, pela 10.ª rodada.

Mesmo com a vitória, o time da casa ainda está na 18.ª posição, dentro da zona do rebaixamento, com nove pontos. O Bahia, com um ponto a menos, passa a ser o 19.º e penúltimo colocado, acima apenas do lanterna Ceará, que só tem quatro pontos. A Chapecoense, primeiro time fora da zona da degola, soma 10.

O Bahia começou mais presente no campo de ataque, mas era o Paraná que criava as chances de mais perigo. Na melhor oportunidade da primeira etapa, o goleiro Douglas tocou com a mão fora da área e, na cobrança da falta, Thiago Santos acertou a trave.

Na resposta do Bahia, Flávio arriscou de longe e obrigou o goleiro Thiago Rodrigues a fazer boa defesa. Na sequência, o meia Zé Rafael também bateu da entrada da área e a bola passou raspando a trave.

Na segunda etapa, o Paraná ficou mais ofensivo com as entradas de Carlos e Silvinho e as alterações deram resultado aos 20 minutos. O próprio Silvinho começou a jogada, tabelou com Léo Itaperuna e tocou na saída do goleiro para abrir o placar.

O Bahia tentou pressionar no final para buscar o empate, mas não conseguiu ter a mesma presença no ataque como no início do jogo. No último lance, Lucas Fonseca ainda conseguiu cabecear aproveitando cruzamento de Lucas Fonseca, mas Thiago Rodrigues fez a defesa e garantiu a vitória.

Os dois times voltam a campo neste domingo, pela 11.ª rodada do Brasileirão. O Bahia recebe o Botafogo, na Arena Fonte Nova, em Salvador, enquanto que o Paraná vai ao Rio de Janeiro para enfrentar o Flamengo, no estádio do Maracanã.

FICHA TÉCNICA

PARANÁ 1 x 0 BAHIA

PARANÁ - Thiago Rodrigues; Júnior, Jesiel, Rayan e Igor; Leandro Vilela, Jhonny Lucas (Carlos), Caio Henrique e Carlos Eduardo (Silvinho); Léo Itaperuna e Thiago Santos (Alex Santana). Técnico: Rogério Micale.

BAHIA - Douglas Friedrich; Nino Paraíba, Tiago, Lucas Fonseca e Léo; Gregore, Flávio, Elton (Fernandinho) e Zé Rafael (Ítalo); Élber e Vinícius (Allione). Técnico: Cláudio Prates (interino).

GOL - Silvinho, aos 20 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Jhonny Lucas, Carlos e Caio Henrique (Paraná); Gregore e Vinícius (Bahia).

ÁRBITRO - Marcelo de Lima Henrique (RJ).

RENDA - R$ 67.635,00.

PÚBLICO - 4.153 pagantes (4.927 no total).

LOCAL - Estádio Durival Britto, em Curitiba (PR).