• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Paraná leva ao Maracanã o sonho de fugir da zona do rebaixamento do Brasileirão

Esportes

Paraná leva ao Maracanã o sonho de fugir da zona do rebaixamento do Brasileirão

O clima de confiança parece ter contaminado o Paraná após as duas vitórias consecutivas no Campeonato Brasileiro. Depois de bater em casa o Fluminense, por 2 a 1, e o Bahia, por 1 a 0, o time paranaense conseguiu respirar na competição, mas ainda não saiu da zona de rebaixamento, com nove pontos. Só que espera pontuar, neste domingo, quando vai enfrentar o líder Flamengo, às 19 horas, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, pela 11.ª rodada.

Nada, porém, parece tirar a tranquilidade do técnico Rogério Micale, que continua apregoando o crescimento técnico de seu time. "Chega em um momento que a equipe começa a ganhar e você vai ter que colocar 11 jogadores ali em campo. Por isso que o nível de competitividade interno precisa também estar bem. É o que estamos tentando criar, esse perfil de quem entrar dar essa dor de cabeça positiva. Uma hora vou ter que optar por este ou aquele jogador", comentou.

Contra o Bahia, o volante Leandro Vilela recebeu o terceiro cartão amarelo e vai cumprir a suspensão automática. Só que, por outro lado, Torito González voltou a ficar à disposição e está escalado, tornando fácil a decisão do treinador. Esta, a rigor, deve ser a única mudança do time.

Rogério Micale não se intimida em mudar os esquemas táticos a cada jogo. Tem usado mais o 4-2-3-1, porém, já fez variações com o 4-1-4-1 e o 5-4-1. Ele também tem se mostrado satisfeito com as poucas opções que tem tido para escalar o time. No ataque, por exemplo, ele ganhou Silvinho, que entrou durante o jogo no lugar de Carlos Eduardo e fez o gol da vitória sobre o Bahia, além de Carlos, que às vezes é utilizado. Na defesa, o experiente Cléber Reis voltou a treinar após se recuperar de lesão e deve ser opção no banco de reservas.