Atuação de Hummels é elogiada até pelos adversários

Esportes

Atuação de Hummels é elogiada até pelos adversários

Redação Folha Vitória

Rio - Chamada de lenta e pesada depois de passar apuros contra a Argélia nas oitavas de final, a defesa da Alemanha parou o poderoso ataque francês, nesta sexta-feira, no Maracanã, e ainda salvou o time na frente. O gol da vitória por 1 a 0 que levou o time à quarta semifinal de Copa do Mundo seguida foi marcado pelo zagueiro Hummels, aos 13 minutos do primeiro tempo.

Depois que Hummels levou a melhor sobre Varane e cabeceou sem chances para o goleiro Lloris, a Alemanha até voltou a criar algumas boas oportunidades de gol, mas quem esteve mais próxima de balançar a rede foi a França. E quase sempre era Hummels que estava lá para afastar o perigo. Não por acaso, o zagueiro de 1,92 metro do Borussia Dortmund foi eleito o melhor jogador da partida.

A bela atuação do jogador rendeu até elogios dos adversários. "Ele foi o grande problema do nosso jogo. É o melhor zagueiro do mundo", disse Benzema.

Contra a França, Hummels fez o seu segundo gol na Copa - antes havia marcado na estreia contra Portugal, também de cabeça. "Não existe fórmula ou sistema. Os passes têm sido bons e eu tenho a sorte de estar na posição correta", disse.

O zagueiro foi uma das vítimas da "epidemia de gripe" que pegou a seleção alemã. Ao todo sete jogadores ficaram doentes, mas Hummels foi o que mais sofreu e, por isso, não pôde enfrentar a Argélia em Porto Alegre.

Recuperado, mostrou vigor físico nesta sexta-feira e não deu sossego para os atacantes franceses. Ganhou todas as divididas, por baixo e pelo alto. O zagueiro, no entanto, fez questão de dividir os méritos com os companheiros. "O time todo defendeu bem. Merecemos nos classificar. Não foi uma partida perfeita, mas jogamos em um excelente nível", disse.