Lahm admite "ansiedade e tensão" antes da final da Copa

Esportes

Lahm admite "ansiedade e tensão" antes da final da Copa

Redação Folha Vitória

Santa Cruz Cabrália - Os dias que antecedem a final de uma Copa do Mundo são difíceis até mesmo para os jogadores acostumados a disputar grandes decisões. O lateral-direito Philipp Lahm, capitão da seleção alemã, já ganhou todos os títulos possíveis com o Bayern de Munique, mas ainda assim tem dificuldades para lidar com a ansiedade causada pela partida contra a Argentina, domingo, no Maracanã.

"Nós tivemos a sorte de ter um dia a mais de folga do que nosso adversário", comentou o jogador. "Mas estamos loucos para que a coisa aconteça logo. Não posso negar que há muita ansiedade e até um pouco de tensão no ar."

Disputar uma decisão de Mundial será novidade para Lahm, já que ele parou nas semifinais das duas Copas que disputou, a de 2006 e a de 2010. Por isso ele, mesmo aos 30 anos, sente-se como se fosse um iniciante à espera do primeiro grande jogo de sua carreira.

Mas o lateral garante que essa ansiedade não vai atrapalhá-lo no domingo. "Eu estou muito determinado para ter o melhor desempenho possível no domingo, assim como os meus companheiros", afirmou.

A Alemanha fez na manhã desta sexta-feira seu último treino em Santa Cruz Cabrália, cidade que a acolheu durante a Copa. À noite, a delegação viajará para o Rio, onde na tarde deste sábado fará a derradeira atividade antes da final. O treino será em São Januário para poupar o gramado do Maracanã.