Nowitzki reduz salário e renovará com o Mavericks

Esportes

Nowitzki reduz salário e renovará com o Mavericks

Redação Folha Vitória

Dallas - Maior ídolo da história da franquia, o alemão Dirk Nowitzki deve mesmo encerrar sua carreira no Dallas Mavericks. O ala/pivô de 36 anos cumpriu o que havia prometido no início da última temporada, reduziu seu pedido salarial e chegou a um acordo para renovar com a equipe por mais três temporadas. Como terá 39 anos ao fim do vínculo, é bem possível que este seja o último contrato assinado pelo atleta.

O vínculo de Nowitzki com o Mavericks chegou ao fim ao término da última temporada da NBA e o jogador se tornou "agente livre" - nome dado a jogadores que estão sem equipe. No entanto, o próprio ala/pivô havia dito que desejava permanecer em Dallas e por um salário até menor, para que a equipe consiga melhores atletas sem ultrapassar o teto salarial para a próxima temporada.

Um dos grandes astros da NBA nos últimos tempos, Nowitzki ganhou US$ 22,7 de dólares na última temporada. Seu vínculo previa um total de US$ 80 milhões divididos em quatro anos. Segundo seu novo contrato, que deverá ser assinado na quinta-feira que vem, ele receberá US$ 30 milhões divididos pelos próximos três anos.

Com o espaço na folha salarial, o Dallas Mavericks tenta recrutar outro astro para a equipe. O sonho da equipe é o ala Carmelo Anthony, mas a imprensa norte-americana diz que o jogador deve mesmo ficar no New York Knicks. Com isso, o time texano poderia ir atrás de nomes menos conhecidos, como Luol Deng, que estava no Cleveland Cavaliers, ou Chandler Parsons, que encerrou seu contrato no Houston Rockets.

Por enquanto, o Mavericks acertou a contratação de dois jogadores. O armador Raymond Felton e o pivô Tyson Chandler, que estavam no New York Knicks, chegaram, em troca dos armadores José Calderón e Shane Larkin, do pivô Samuel Dalembert e de duas escolhas de Draft. Chandler, aliás, tem história no time de Dallas, sendo campeão da NBA em 2011 pela franquia.

O título de 2011, aliás, é o único de Nowitzki na NBA e marcou o auge de sua carreira. Mesmo aos 32 anos na época, o alemão liderou o Mavericks nos playoffs daquele ano, especialmente na decisão, quando a equipe derrotou o Miami Heat de LeBron James, Chris Bosh e Dwyane Wade. O ala/pivô ainda tem um prêmio de MVP (jogador mais valioso) da temporada de 2006/2007. Com a renovação, ele completará 18 anos na liga norte-americana, todos pelo time texano.