Oeste empata com Icasa e deixa zona de rebaixamento

Esportes

Oeste empata com Icasa e deixa zona de rebaixamento

Redação Folha Vitória

Itápolis (SP) - Não foi o resultado que a torcida do Oeste esperava, mas o empate sem gols com o Icasa, nesta terça-feira, no estádio dos Amaros, em Itápolis (SP), pela 11.ª rodada, livrou o time paulista da zona do rebaixamento do Campeonato Brasileiro da Série B. Com 11 pontos, aparece agora em 15.º lugar, com quatro empates em casa em cinco jogos disputados. Do outro lado, o clube cearense está um pouco mais acima, com 12 pontos, em 13.º.

Antes da sua estreia no comando técnico do Oeste no lugar de José Macena, o nordestino Francisco Diá, que já fez história no Icasa, não se intimidava ao informar como atuaria: "Vamos atacar no 4-3-3 e defender no esquema 6-3-1". Na prática, porém, o time do interior paulista pouco produziu diante de um adversário preocupado em não sofrer gol. O Oeste só teve uma chance real em um chute de longe de João Denoni, que Fábio mandou para escanteio.

No segundo tempo, o ritmo de jogo não mudou. O Oeste tentou ir ao ataque, mas o propalado esquema de Francisco Diá não funcionou como ele previa. Do outro lado, Tarcísio Pugliese ficou contente em somar um ponto fora de casa.

Mas poderia até vencer aos 27 minutos, quando Dodó cobrou pênalti e Paes caiu bem do lado direito para espalmar para frente. A defesa aliviou. Detalhe importante: o árbitro mineiro Igor Benevenuto anotou a penalidade máxima de forma equivocada, inexistente, quando Núbio se atirou em campo após uma dividida de corpo com Lucas Bahia.

No final de semana já acontece a 12.ª rodada. O Oeste vai pegar o América-MG, nesta sexta, às 19h30, no estádio Independência, em Belo Horizonte. No sábado, o Icasa vai até Fortaleza para enfrentar o Ceará, no estádio Presidente Vargas.

FICHA TÉCNICA

OESTE 0 x 0 ICASA

OESTE - Paes; Negretti, Lucas Bahia, Renan e Fernandinho; Everton Dias, João Denoni (Ramires) e Éder (Borebi); Wagninho (Fininho), Serginho e Lelê. Técnico: Francisco Diá.

ICASA - Fábio; Paulo Henrique, Gilberto, Paulão e Zé Carlos; Dodó (Maksuel), Jonatan Lima, Foguinho e Danilinho (Alan); Vanger (Núbio) e Bruno Nunes. Técnico: Tarcísio Pugliese.

CARTÕES AMARELOS - Wagninho (Oeste); Danilinho e Fábio (Icasa).

ÁRBITRO - Igor Junio Benevenuto (MG).

RENDA - R$ 4.110,00.

PÚBLICO - 265 pagantes.

LOCAL - Estádio dos Amaros, em Itápolis (SP).