Atlético-MG derrota o Inter no Beira-Rio e assume a liderança do Brasileirão

Esportes

Atlético-MG derrota o Inter no Beira-Rio e assume a liderança do Brasileirão

Redação Folha Vitória

Porto Alegre - Internacional e Atlético-MG entraram no Beira-Rio para com focos distintos neste domingo, pelo complemento da 11ª rodada do Brasileirão. O time de Porto Alegre queria melhorar sua campanha e se afastar da posição intermediária na classificação. Já a equipe mineira buscava uma vitória que poderia garantir a liderança da competição. E conseguiu. Após um primeiro tempo equilibrado, o time de Belo Horizonte mostrou sua força e venceu por 3 a 1, assumindo a liderança do Brasileirão, com 23 pontos e saldo de gols melhor que o do Grêmio, em 2º, e o do Sport, 3º, também com o mesmo número de pontos.

Com a proximidade do duelo frente ao Tigres, do México, o Inter levou a campo uma formação forte, com exceção dos jogadores lesionados. Do lado do Atlético-MG, Levir Culpi não pôde contar com os lesionados Marcos Rocha, Dátolo e Luan, além de Leonardo Silva, suspenso.

A partida começou muito movimentada, com ataques agudos dos dois lados. Em duas oportunidades, Lisandro López perdeu chances claras de gol para o Inter, assustando a defesa dos visitantes. Mas a reação não demorou a surgir.

Na melhor chance da partida, aos 34 minutos de jogo, o Atlético-MG chegou rápido ao ataque pela direita e a bola sobrou limpa para Lucas Pratto. O atacante chutou firme e Muriel salvou. Na sobra, William bloqueou chute certeiro de Maicosuel, que acabaria nas redes caso não houvesse a intervenção providencial do jogador do Inter.

Após o intervalo, as equipes retornaram com a mesma proposta. E logo no início, no primeiro minuto, o time de Minas Gerais quase abriu o marcador. Carlos César soltou um chute forte da entrada da área e Muriel deu rebote. Por um detalhe Lucas Pratto não completou para as redes. Muriel conseguiu se recuperar e travar a bola.

E o ataque mineiro não parou neste lance. Aos 7, Lucas Pratto recebeu cruzamento sozinho dentro da área. O argentino perdeu uma chance incrível por pensar que estava impedido e cabeceou em cima de Muriel, que não deu rebote.

Mas o gol não demorou a acontecer. Em contragolpe rápido dos visitantes, Maicosuel abriu para Giovanni Augusto na esquerda, que devolveu de primeira. O atacante bateu de primeira e venceu Muriel.

Com a vantagem, o Inter se perdeu em campo e Anderson, em jogada boba, xingou o bandeirinha Bruno Boschilia e foi expulso. E o time de Belo Horizonte aproveitava cada vez mais os espaços deixados pela marcação do Inter. Aos 23, Maicosuel, mais uma vez, bateu colocado, tirando de Muriel, mas a bola saiu pela linha de fundo, raspando a trave.

Os visitantes faziam a bola girar em todos os setores do campo e aproveitavam muito a vantagem de um jogador a mais. Com isso, o Atlético-MG permanecia no ataque e conseguiu ampliar em poucos lances o placar da partida.

No primeiro lance, aos 31, Maicosuel, o carrasco do Inter no duelo, fez tabela com Douglas Santos pela esquerda, invadiu a área sem ser incomodado e bateu rasteiro na saída de Muriel para ampliar. Aos 33, Thiago Ribeiro recebeu lindo lançamento de Rafael Carioca e bateu de primeira para vencer Muriel.

Apesar do domínio, os visitantes vacilaram e o Inter diminuiu. Em jogada bizarra, Jemerson errou feio e viu Lisandro López marcar o gol de honra dos anfitriões. Mas o placar estava definido e a liderança dos mineiros assegurada. O Inter continua com 13 pontos, próximo da zona do rebaixamento, na 14ª colocação, e ainda com o foco na semifinal da Libertadores contra o Tigres, do México, em 15 de julho.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 1 X 3 ATLÉTICO-MG

INTERNACIONAL - Muriel; William, Alan Costa, Ernando e Geferson; Nilton, Rodrigo Dourado, Anderson e D'Alessandro; Jorge Henrique (Alisson Farias) e Lisandro López. Técnico: Diego Aguirre.

ATLÉTICO-MG - Victor; Carlos Cesar (Danilo Pires), Edcarlos, Jemerson e Douglas Santos (Pedro Botelho); Rafael Carioca, Leandro Donizete (Josué) e Giovanni Augusto; Maicosuel, Lucas Pratto e Thiago Ribeiro. Técnico: Levir Culpi.

GOLS - Maicosuel, aos 13 e aos 31, Thiago Ribeiro, aos 33, e Lisandro López, aos 40 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - D'Alessandro (Inter); Carlos Cesar, Leandro Donizete e Edcarlos (Atlético-MG).

CARTÃO VERMELHO - Anderson (Inter).

ÁRBITRO - Raphael Claus (Fifa/SP).

RENDA - R$ 438.900,00.

PÚBLICO - 20.236 pessoas.

LOCAL - Estádio do Beira-Rio, em Porto Alegre (RS).