• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Ciclista italiano testa positivo para cocaína e é excluído da Volta da França

Esportes

Ciclista italiano testa positivo para cocaína e é excluído da Volta da França

Fougeres - A Volta da França, que viveu nesta sexta-feira a sua sétima etapa, contabilizou o seu primeiro caso de doping. O italiano Luca Paolini foi excluído da disputa do dia ao testar positivo para o uso de cocaína em exame antidoping da mais tradicional prova do ciclismo mundial.

A União Ciclística Internacional (UCI) informou, por meio de um comunicado, que o competidor de 38 anos de idade, que defende a equipe russa Katusha, realizou o teste na última terça-feira, data do quarto estágio da competição.

Paolini, que era um ciclista de apoio aos companheiros de equipe Joaquim Rodriguez e Alexander Kristoff, poderá requerer uma contraprova do exame depois de o seu teste, informou a UCI. De acordo com as regras antidoping da entidade, o ciclista foi suspenso de forma provisória, sendo que a cocaína faz parte de uma classe de estimulantes cujo uso é proibido em competições.

A equipe do ciclista, por sua vez, confirmou que o suposto uso de cocaína por parte do atleta foi detectado no exame e comunicou que "irá esperar pelo resultado da contraprova (amostra B) para tomar qualquer decisão ou fazer qualquer comentário adicional".

Paolini estava na 168ª posição no geral depois da etapa de sexta-feira, 46 minutos e 41 segundos atrás do líder, o britânico Chris Froome. Porta-voz da equipe do ciclista, Philippe Maertens afirmou que o italiano "ficou chocado" quando soube do resultado do exame antidoping.

A etapa desta sexta-feira da Volta da França foi vencida pelo britânico Mark Cavendish, sendo que o oitavo estágio da competição será neste sábado. Os ciclistas irão traçar um percurso de 181,5 quilômetros entre as cidades de Rennes e Mûr-de-Bretagne.