Ginástica quer receber Copa do Mundo em 2016, mas cobra apoio governamental

Esportes

Ginástica quer receber Copa do Mundo em 2016, mas cobra apoio governamental

Redação Folha Vitória

São Paulo - A Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) anunciou nesta sexta-feira que lançou candidatura para receber uma etapa da Copa do Mundo de Ginástica Artística no ano que vem. A entidade pretende que o evento seja realizado em junho, mas não revelou qual cidade receberia a competição.

"Diante do sucesso que foi a Copa do Mundo deste ano, nos candidatamos mais uma vez para receber uma etapa da competição em 2016. Evidentemente, precisaremos do apoio de todas as esferas governamentais", cobrou a presidente da CBG, Luciene Resende.

Para a realização da Copa do Mundo deste ano, no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, a CBG recebeu a promessa de que a Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude (SELJ) do Governo do Estado de São Paulo repassaria R$ 480 mil para o evento, por meio de um convênio.

A Casa Civil paulista só autorizou o repasse no dia em que a Copa do Mundo começou (1º de maio), mas o dinheiro nunca chegou à Federação Paulista de Ginástica, entidade que deveria firmar o convênio com São Paulo representando a CBG.

A realização de mais uma competição em casa antes dos Jogos Olímpicos do Rio é necessária, no entender da CBG, para acostumar as jovens e inexperientes ginastas da equipe ao apoio (e a pressão) da torcida brasileira.

O Rio vai receber o evento-teste da ginástica artística, na Barra, entre os dias 16 e 24 de abril do ano que vem. A competição servirá como última seletiva para os Jogos Olímpicos. O Brasil, entretanto, pretende classificar suas equipes pelo Campeonato Mundial deste ano, em outubro, na Escócia. Se isso acontecer, o Brasil só poderá levar dois homens e duas mulheres para o evento-teste.