Procurador pede indiciamento de Antonio Conte por fraude esportiva

Esportes

Procurador pede indiciamento de Antonio Conte por fraude esportiva

Redação Folha Vitória

Roma - O técnico da seleção da Itália, Antonio Conte, está entre as 104 pessoas a quem um procurador solicitou nesta terça-feira que sejam levadas a julgamento sob acusações de manipulação de resultados em um caso que supostamente tem suas raízes em Cingapura.

O promotor de Cremona, Roberto Di Martino, fez os pedidos de indiciamento em uma caso que se prolonga há quase cinco anos. Conte é acusado de cometer fraude esportiva quando ele treinou o Siena em 2010 e 2011.

Se indiciado, Conte provavelmente vai pedir um julgamento acelerado, em uma ação para tentar ficar livre das acusações antes da Eurocopa do próximo ano. Conte, que nega as irregularidades, já cumpriu suspensão em âmbito esportivo durante a temporada 2012/2013, quando ele estava na Juventus.

Os pedidos de julgamento também foram solicitados para o atual e ex-capitão da Lazio, Stefano Mauri e Giuseppe Signori, respectivamente. O ex-capitão da Atalanta Cristiano Doni e o ex-treinador da Atalanta Stefano Colantuono também podem enfrentar julgamentos.

Os promotores detalharam uma extenso esquema para manipulação de resultados que se estende até Cingapura e a América do Sul, que estaria em andamento há mais de dez anos. Um juiz vai decidir sobre eventuais indiciamentos.

O presidente da Federação Italiana de Futebol, Carlo Tavecchio, declarou anteriormente que Conte deve manter seu emprego, a menos que seja considerado culpado.

O jogo sob investigação envolvendo Conte é Novara x Siena, em maio de 2011, que terminou empatado em 2 a 2. O triunfo do Siena por 1 a 0 sobre o Albinoleffe, também em maio de 2011, foi retirado do inquérito. O Siena acabou em segundo lugar na divisão de acesso em 2011 e foi promovido para a elite do futebol da Itália. Jogadores disseram que Conte estava ciente da manipulação de resultados.

Conte também foi investigado por manipulação de resultados quando ele treinou o Bari entre 2007 e 2009, e o clube do Sul da Itália foi penalizado com a perda de um ponto durante a temporada 2013/2014.

Depois de liderar Juventus a três títulos seguidos do Campeonato Italiano, Conte assumiu o comando da seleção nacional há um ano. Ele substituiu Cesare Prandelli após a Itália ser eliminada na fase de grupos da Copa do Mundo.