• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Cheio de desfalques, Atlético-MG luta para não se afastar mais dos líderes

Esportes

Cheio de desfalques, Atlético-MG luta para não se afastar mais dos líderes

Belo Horizonte - Preocupado em não se distanciar ainda mais da luta pelo uma vaga no G4 ou até mesmo título do Campeonato Brasileiro, o Atlético Mineiro encara o Coritiba nesta segunda-feira o Coritiba, no encerramento da 15ª rodada, no Independência, tendo que lidar mais uma vez com o excesso de desfalques.

Nos últimos dias, o time perdeu três jogadores por contusões: o lateral-direito Marcos Rocha, com uma lesão no braço, o volante Júnior Urso, com lesão muscular na coxa direita, mesmo problema sofrido pelo meia equatoriano Juan Cazares. Por isso, o técnico Marcelo Oliveira precisou se virar para escalar o time atleticano.

Na defesa, Carlos Cesar ganha chance na lateral direita, enquanto Douglas Santos faz a sua última partida antes de se apresentar à seleção brasileira olímpica. Já Ronaldo vai ser o companheiro de Leonardo Silva em um sistema defensivo que vem sendo alvo de críticas, com seis gols sofridos nas últimas três partidas.

Mas a maior preocupação em relação aos desfalque está no setor ofensivo, com a ausência de Cazares, que poderá desfalcar o time por até três meses. Como Dátolo também está lesionado, Marcelo decidiu que Maicosuel e Robinho vão se dividir na armação das jogadas, tentando mostrar que o time pode se livrar da dependência do meia equatoriano.

Ao menos o centroavante Fred, que cumpriu suspensão automática na derrota para o Flamengo, está de volta ao time e é a esperança de gols do Atlético-MG. E ele poderá ter a companhia, ao menos no segundo tempo, do argentino Lucas Pratto, relacionado por Marcelo após se recuperar de lesão e que vai iniciar o duelo no banco de reservas.