Lewis Hamilton revela pressão e agradece apoio da torcida em Silverstone

Esportes

Lewis Hamilton revela pressão e agradece apoio da torcida em Silverstone

Redação Folha Vitória

Silverstone - Apesar de ter conseguido a pole position para o GP da Inglaterra de Fórmula 1, neste sábado, em Silverstone, o britânico Lewis Hamilton revelou após o classificatório que sofreu muita pressão para fazer a melhor volta. "Foi o máximo de pressão que você pode sofrer. Foi muita pressão. Mas eu bem que gosto. Acho que fui pressionado durante toda a minha vida e com frequência eu me sinto confortável neste cenário", comentou.

Na abertura do Q3, Hamilton teve uma volta rápida cancelada pela organização da prova, pois ele saiu com as quatro rodas da pista na curva 9. Para assegurar o primeiro lugar no grid, o britânico foi à pista novamente e fez o melhor tempo do circuito na década, com 1min29s287, muito à frente de Nico Rosberg, seu companheiro na Mercedes, que fez 1min29s606.

Agora Hamilton busca a sua terceira vitória consecutiva em Silverstone e a quarta na carreira. Diante dos seus compatriotas, ele agradeceu o apoio recebido até o momento.

"A cada curva, eu vejo a torcida acenar para mim, não há lugar nenhum no mundo com a possibilidade de viver esta experiência. Eu gostaria que as pessoas sentissem o que eu sinto quando vejo as bandeiras na arquibancada", acrescentou o tricampeão mundial. "Me lembra a época em que eu assistia o Nigel Mansell quando era criança. Eu gostava disso mais do que qualquer coisa e foi por isso que fiz a volta hoje (sábado)".

A 11 provas do final da temporada, Lewis Hamilton está na vice-liderança do Mundial de Pilotos, com 142 pontos, 11 a menos do que Nico Rosberg. Com os 295 pontos, a Mercedes sobra no Mundial de Construtores, enquanto que a Ferrari aparece na segunda posição com 192.