Após derrota do Fluminense, Abel elogia o Corinthians: 'Mostrou porque é líder'

Esportes

Após derrota do Fluminense, Abel elogia o Corinthians: 'Mostrou porque é líder'

Redação Folha Vitória

Rio - O técnico Abel Braga elogiou o nível de confiança dos jogadores do Corinthians depois da derrota do Fluminense por 1 a 0, na tarde de domingo, no Maracanã, pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro.

"É uma equipe muito forte, muito bem treinada, difícil tirar a bola deles e criar oportunidades. O Corinthians mostrou porque é o líder do campeonato", disse Abel, em entrevista coletiva. "É nítido que existe uma confiança elevadíssima dos jogadores".

O treinador lamentou as chances perdidas pelo time carioca e disse que o Fluminense foi superior no jogo, sobretudo pelo que apresentou no segundo tempo. "Acho que merecíamos vencer pela maneira determinada e aguerrida que tivemos no segundo tempo", avaliou Abel. "É uma coisa atípica você criar três ou quatro oportunidades como nós criamos, a bola bateu na trave, podia ter entrado".

Para Abel, a derrota não foi uma consequência dos desfalques do Fluminense ou pela opção de escalar jogadores pouco experientes. "Não me passava pela cabeça, em hipótese alguma, perder o jogo. Nunca reclamei de desfalques, nunca reclamei de estar colocando jovens. Nós tivemos que nos atirar, mesmo depois do gol sofrido, não demos oportunidade ao Corinthians, conseguimos criar. Atacamos, tivemos coragem para isso e o resultado não veio. Paciência".

Abel ainda fez uma projeção sobre a viagem para o Equador, onde o Fluminense enfrenta o Universidad Católica, pela segunda fase da Copa Sul-Americana, na quarta-feira. "Jogar na altitude é horrível. Para esse jogo não vai o Lucas, o Renato (por causa de contusão durante o jogo contra o Corinthians) e o Scarpa, que está numa pegada muito grande desde que voltou de lesão. Já o Renato Chaves volta e os demais do grupo estão todos relacionados".

Recuperado de dores na coxa esquerda, o atacante Henrique Dourado, que voltou a entrar em campo pelo Fluminense no domingo, também reforçou que o foco agora é o jogo em Quito. Para o centroavante, a vantagem de 4 a 0 conquistada no jogo de ida precisa ser aproveitada com inteligência pelo time.

"Temos que aproveitar a vantagem. É complicado jogar na altitude, mas temos uma boa vantagem. É saber usá-la. Temos que deixar o Campeonato Brasileiro um pouco de lado, para que a gente possa voltar com a classificação e aí pensar na Ponte Preta", avaliou. "Independente de quem jogar, nós temos que buscar a classificação. Temos uma boa vantagem. É ser inteligente para dar mais um passo na Sul-Americana".