Azarenka vence de virada e vai encarar Halep nas oitavas de final de Wimbledon

Esportes

Azarenka vence de virada e vai encarar Halep nas oitavas de final de Wimbledon

Redação Folha Vitória

Londres - De volta ao circuito profissional há menos de três semanas, após bom período afastada das quadras por causa da gravidez do seu primeiro filho, nascido em dezembro passado, Victoria Azarenka segue justificando a sua condição de ex-líder do ranking mundial nesta edição de Wimbledon. Nesta sexta-feira, a tenista da Bielo-Rússia se garantiu nas oitavas de final do Grand Slam inglês ao derrotar a britânica Heather Watson por 2 sets a 1, de virada, com parciais de 3/6, 6/1 e 6/4.

Com o triunfo, Azarenka se credenciou para travar um interessante duelo na próxima fase contra a romena Simona Halep, atual número 2 do mundo, que em outro confronto já encerrado nesta sexta em Londres venceu a chinesa Shuai Peng por 2 sets a 0, com 6/4 e 7/6 (9/7).

Por causa do longo tempo sem jogar, a bielo-russa despencou para a 683ª posição do ranking mundial, mas a boa campanha até aqui em Wimbledon já irá lhe garantir o seu retorno ao menos ao Top 200 na próxima atualização da listagem da WTA. E, contra Halep, Azarenka defenderá uma vantagem no retrospecto de duas vitórias e uma derrota em três duelos contra a romena.

A jogadora da Romênia já havia sofrido para eliminar a brasileira Bia Haddad Maia na segunda rodada desta edição de Wimbledon e agora reencontrará Azarenka em um Grand Slam após ter superado a adversária no US Open de 2015, então no último confronto entre as duas. Anteriormente, a bielo-russa levou a melhor sobre a rival em dois jogos em 2012, em torneios de menor porte em Linz, na Áustria, e Doha, no Catar.

Para poder reencontrar Halep em uma partida de Grand Slam, Azarenka sofreu diante de Heather Watson, atual 102ª tenista do mundo, que empolgou a torcida local ao aproveitar as duas chances que teve de quebrar o saque da adversária no primeiro set e fechar em 6/3 mesmo tendo sido superada por uma vez com o serviço na mão nesta parcial.

No segundo set, porém, Azarenka voltou com tudo ao converter dois de três break points e confirmar todos os seus saques para fazer 6/1 e empatar o jogo. Na terceira parcial, a jogadora da casa até conseguiu uma nova quebra, mas a bielo-russa ganhou mais dois games no serviço da britânica e garantiu a virada com um 6/4.

Halep, por sua vez, também travou um duelo equilibrado com Shuai Peng, que só perdeu o segundo set do jogo em um apertado tie-break e chegou a quebrar o saque da romena por duas vezes ao longo do confronto. A favorita, entretanto, prevaleceu nos momentos decisivos e converteu três de sete break points para ir às oitavas de final.

CIBULKOVA CAI - Em outra partida já encerrada nesta sexta na capital inglesa, a eslovaca Dominika Cibulkova não conseguiu confirmar a sua condição de oitava cabeça de chave na terceira rodada ao ser derrotada pela croata Ana Konjuh, que ganhou por 2 sets a 1, com parciais de 7/6 (7/3), 3/6 e 6/4, para também se garantir nas oitavas.

Ao surpreender a atual nona colocada do ranking mundial, a tenista da Croácia, hoje a 29ª na listagem da WTA, se credenciou para encarar na próxima fase a ganhadora da partida entre a norte-americana Venus Williams e a japonesa Naomi Osaka, também programada para acabar nesta sexta.

Mas, se Cibulkova caiu de forma precoce, a ucraniana Elina Svitolina e a britânica Johanna Konta justificaram os respectivos status de quarta e sexta pré-classificadas do Grand Slam para avançarem às oitavas de final. A jogadora da Ucrânia seguiu em frente na competição ao bater a alemã Carina Witthoeft por 6/1 e 7/5, enquanto Konta fez a alegria da torcida local ao eliminar a grega Maria Sakkari por 6/4 e 6/1.

A próxima rival de Konta, por sinal, já foi definida em outra partida desta sexta. Trata-se da francesa Caroline Garcia, 21ª cabeça de chave, que superou a norte-americana Madison Brengle por 6/4 e 6/3. Svitolina ainda aguarda a definição de sua próxima rival, que sairá do duelo entre a letã Jelena Ostapenko, surpreendente última campeã de Roland Garros, e a italiana Camila Giorgi, também programado para ser encerrado nesta sexta.