• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Chelsea oficializa acerto e Morata assina contrato de 5 anos

Esportes

Chelsea oficializa acerto e Morata assina contrato de 5 anos

Londres - A diretoria do Chelsea oficializou nesta sexta-feira a contratação do atacante espanhol Alvaro Morata, que defendia o Real Madrid. O clube inglês já estava acertado com o espanhol desde quarta-feira, mas somente agora pôde confirmar o acordo com o próprio jogador, aprovado nos exames físicos e médicos.

Morata assinou contrato de cinco anos com o atual campeão inglês. "Estou muito feliz por estar aqui. É uma emoção incrível ser parte de um grande clube como esse. Estou ansioso para trabalhar duro, marcar o máximo de gols possíveis e conquistar quantos troféus forem possíveis", disse o atacante.

O acerto também foi celebrado pelo técnico Antonio Conte. "Com certeza é uma grande contratação para nós. Morata é um jogador jovem, mas que tem muita experiência. Ele já jogou pelo Real, pela Juventus, em jogos dos campeonatos nacionais e na Liga dos Campeões", afirmou o treinador, que chegou a ameaçar deixar o clube por falta de contratações de peso, nas últimas semanas.

Os detalhes financeiros da transação não foram revelados pelos clubes, mas as informações da imprensa britânica são de que o clube desembolsou 70 milhões de libras (cerca de R$ 290 milhões) para adquiri-lo, o que seria um valor recorde na história do time londrino.

De qualquer forma, é certo que o Chelsea precisou desembolsar uma grande quantia para tirar Morata do Real, numa ação adotada no mercado de transferências especialmente por causa da indefinição sobre a permanência do atacante Diego Costa, que entrou em rota de colisão com o técnico Antonio Conte.

A contratação de Morata é a de maior impacto do Chelsea nesta janela de transferências, mas o clube já havia anunciado outros reforços. Anteriormente, chegaram ao clube o goleiro argentino Willy Caballero, que assinou após o fim do seu vínculo com o Manchester City, o defensor alemão Antonio Rüdiger, que estava na Roma, e o volante Tiemoué Bakayoko, adquirindo junto ao Monaco.

As últimas contratações amenizaram a insatisfação do treinador com a direção do clube. Como premiação pelo título e como compensação pela falta de diversos reforços de maior renome, que era o desejo do treinador, o Chelsea trocou o contrato do treinador na terça, com um aumento substancial de salário.