Larissa e Talita avançam às semifinais em etapa do vôlei de praia na Suíça

Esportes

Larissa e Talita avançam às semifinais em etapa do vôlei de praia na Suíça

Redação Folha Vitória

Gstaad, Suíça - O vôlei de praia feminino do Brasil conseguiu colocar uma dupla nas semifinais do Major de Gstaad, na Suíça, uma das etapas do Circuito Mundial. Larissa e Talita venceram os seus jogos pelas oitavas e quartas de final nesta sexta-feira e defenderão o bicampeonato na competição - elas venceram em 2015 e 2016.

Larissa e Talita avançaram à semifinal com duas vitórias nesta sexta-feira. Na primeira, superaram as compatriotas Fernanda Berti e Bárbara Seixas por 2 sets a 0 (21/16 e 21/15), em 33 minutos. Nas quartas de final, triunfo sobre as canadenses Kristina May e Taylor Pischke também por 2 a 0 (21/14 e 21/13).

As adversárias na semifinal, que acontece neste sábado, serão as canadenses Sarah Pavan e Melissa Humana-Paredes. A outra disputa por vaga na decisão será entre as alemãs Sude/Laboureur e as suíças Heidrich e Vergé-Depré.

É a primeira vez que Larissa e Talita enfrentam a dupla canadense, formada no final da temporada passada e que venceu o Major de Porec, na Croácia, na última semana. As brasileiras lideram o ranking geral de 2017 e querem somar ainda mais pontos na liderança.

"Nos sentimos muito bem aqui, o lugar é lindo, as pessoas gostam muito de vôlei de praia. E temos ótimas lembranças também. Vamos entrar focadas e estudar o time delas, que é de duas jogadoras de qualidade, em uma formação relativamente recente. Pensando passo a passo, primeiro em vencer na semifinal", analisou Talita.

Além de Fernanda e Bárbara Seixas, outros dois times brasileiros deram adeus ao torneio nesta sexta-feira. Elize Maia/Taiana e Ágatha/Duda foram superadas nas quartas de final da competição. A primeira dupla começou o dia vencendo as australianas Louise Bawden e Taliqua Clancy, nas oitavas de final, por 2 sets a 1 (21/14, 19/21 e 15/11). Horas depois, nas quartas, novo duelo decidido no tie-break. Desta vez, porém, acabaram superadas pelas suíças Heidrich e Vergé-Depré: 21/19, 14/21 e 18/16.

Já Ágatha e Duda foram superadas justamente pelas canadenses Sarah Pavan e Melissa, com derrota por 2 sets a 0 (21/17 e 21/17), nas quartas de final. Antes haviam vencido as norte-americanas Kerri Walsh e Nicole Branagh por 2 a 0 (21/19 e 21/15).

HOMENS - O Brasil avançou com as quatro duplas do torneio masculino para a fase eliminatória em Gstaad. Nesta sexta-feira foram duas vitórias e duas derrotas. Álvaro Filho/Saymon e Evandro/André Stein saíram em primeiro de suas chaves, enquanto que Alison/Bruno Schmidt e Pedro Solberg/Guto partirão da repescagem.

As partidas continuam neste sábado com jogos válidos pela repescagem, oitavas de final e quartas de final. No domingo acontecem as duas semifinais, a disputa da medalha de bronze e a final.

Álvaro Filho e Saymon foram a única dupla brasileira a manter os 100% de aproveitamento na primeira fase. Nesta sexta-feira eles superaram os poloneses Fijalek e Bryl por 2 sets a 1 (18/21, 21/18 e 16/14), terminando em primeiro no Grupo A. Eles encaram o time vencedor do duelo entre os brasileiros Alison/Bruno e os italianos Nicolai/Lupo, campeões e vice-campeões, respectivamente, dos Jogos Rio-2016.

"Ganhamos nossos três jogos e isso é ótimo, pois pulamos uma fase, podemos recuperar mais a parte física, observar os outros times. O torneio está maravilhoso, sol e com a temperatura bastante agradável, Gstaad é uma cidade linda e inspiradora, a energia é maravilhosa para jogar aqui", declarou Saymon após a vitória desta sexta-feira.

Quem também avançou direto às oitavas de final, em primeiro no Grupo F, foi Evandro/André Stein. A parceria acabou superada pelos espanhóis Herrera e Gavira em 36 minutos por 2 sets a 0 (21/18 e 21/17), empatou em pontos, mas avançou em primeiro lugar da chave pelos critérios de desempate (saldo de pontos). Nas oitavas eles enfrentam os vencedores do duelo entre os austríacos Doppler/Horst e os brasileiros Pedro Solberg/Guto.

Os campeões olímpicos Alison e Bruno Schmidt terminaram o Grupo H em segundo lugar. Conseguiram vitória sobre os suíços Beeler e Krattiger por 2 sets a 1 (19/21, 21/11 e 15/10), mas ficaram atrás dos cubanos Nivaldo e Sérgio Gonzalez, que venceram todos os jogos. Na repescagem, encaram os italianos Nicolai e Lupo.

Pedro Solberg e Guto, que seguem em uma sequência de vários jogos, por terem passado pelo "country quota" e qualifying nos últimos torneios, acabaram superados nesta sexta-feira, mas avançaram. A derrota por 2 sets a 1 (21/14, 17/21 e 18/16) para os canadenses Sam Pedlow e Sam Schachter deixou o time na terceira posição do Grupo B. A repescagem será contra os austríacos Doppler/Horst.