Levir vê Santos fortalecido, mas se preocupa com condição física e Vecchio

Esportes

Levir vê Santos fortalecido, mas se preocupa com condição física e Vecchio

Redação Folha Vitória

Santos - O Santos não conseguiu alcançar o objetivo de se classificar às semifinais da Copa do Brasil na noite de quarta-feira, mas a atuação do time na vitória por 4 a 2 sobre o Flamengo, na Vila Belmiro, fortalece o time. Essa foi a avaliação do técnico Levir Culpi, que destacou o espírito de luta exibido pela equipe, mas também reconhecendo que a derrota por 2 a 0 no jogo de ida das quartas de final acabou sendo determinante para a eliminação.

"Foi um jogo que procuramos fazer o máximo dentro de campo, é o que se espera do nosso time. Poderíamos ser mais compactados, mas saímos dessa competição e do campo com a cabeça erguida, com o torcedor do lado, e na parte emocional foi uma vitória interessante. Perdemos a possibilidade de passar, mas aqui fizemos o que tínhamos que fazer. A primeira partida foi o principal fator", afirmou.

A necessidade de reverter a vantagem adquirida pelo Flamengo fez o Santos se esforçar até o minuto final, tanto que marcou o seu quarto gol no último lance do jogo. Por isso, o desgaste físico dos jogadores é um fator de preocupação para o duelo com o Grêmio, domingo, em Porto Alegre, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro, como reconheceu Levir.

"Não posso dar essa resposta, amanhã vou ter um parecer dos fisiologistas e dos fisioterapeutas para saber o nível de desgaste deles. O pior nem é amanhã (quinta-feira), é depois de amanhã (sexta). Temos que ir com calma. Saiu todo mundo fortalecido, os jogadores estavam bem no vestiário. O time foi firme e essa vitória por 4 a 2 tem que ser valorizada, não teve fracasso. A parte física pode ter algum reflexo, mas tem jogador para entrar que nem estreou ainda. Temos bala na agulha para o resto do campeonato", disse.

A preocupação de Levir não envolve apenas o condicionamento físico dos jogadores, mas também a situação do meia argentino Vecchio, que precisou ser substituído durante a partida com o Flamengo por causa de dores na coxa direita. Agora ele será examinado para avaliar a gravidade do problema.

Quem não preocupa e só recebe elogios de Levir é o atacante Bruno Henrique, que marcou um golaço, foi o jogador mais perigoso do Santos na partida e deve estar na mira de Tite, técnico da seleção brasileira, na visão do treinador.

"A sequência dele está ótima. É um jogador que fez quatro gols em dois jogos, com um golaço hoje (quarta-feira). Os jogadores vão conquistando espaço. Se seguir com esse nível de apresentação, certamente vai ser olhado. Nós conhecemos o Tite, então é um dos candidatos a vaga na seleção se conseguir uma continuidade com esse nível de atuação", comentou.