• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Após Copa, Cherchesov renova por dois anos para seguir na seleção russa

Esportes

Após Copa, Cherchesov renova por dois anos para seguir na seleção russa

Indicado pela Fifa ao prêmio de melhor técnico do ano após conduzir a seleção russa até as quartas de final da Copa do Mundo, Stanislav Cherchesov também teve o seu trabalho reconhecido pela federação nacional. Nesta sexta-feira, a União de Futebol da Rússia (RFU, na sigla em inglês) anunciou a renovação do contrato do treinador por dois anos.

A ampliação do vínculo fará com que Cherchesov também dirija a seleção da Rússia na Liga das Nações, competição recém-criada pela Uefa, e nas Eliminatórias para a Eurocopa de 2020. E o contrato também possui uma cláusula que permite a sua renovação por outros dois anos.

"Hoje, a comissão técnica da seleção nacional russa assinou um acordo com a RFU no sistema 2 + 2 anos. Fico feliz por continuarmos a trabalhar com a equipe russa. Em termos de resultados de equipe, a barra foi elevada e eu gostaria de continuar com o mesmo espírito. Somos conscientes da nossa parcela de responsabilidade e vamos realizar dignamente o nosso trabalho", afirmou o treinador no comunicado divulgado pela federação.

Antes do início do Mundial, a seleção russa e Cherchesov eram vistos sob muita desconfiança, pois a equipe estava há oito meses sem conquistar uma vitória. A Rússia, porém, conseguiu avançar no seu grupo ao lado do Uruguai, deixando para trás o Egito e a Arábia Saudita. Depois, nas oitavas de final, eliminou a Espanha em confronto definido na disputa de pênaltis. Também foi desse modo que a equipe acabou sendo eliminada nas quartas de final, diante da Croácia, que acabou sendo vice-campeã.

Cherchesov estava à frente da seleção russa desde agosto de 2016. Os próximos compromissos da equipe serão em setembro, nos dias 7, contra a Turquia, fora de casa, pela Liga das Nações, e 10, diante da República Checa, como mandante, em amistoso.

Além da renovação do contrato de Cherchesov, o bom rendimento da Rússia na Copa do Mundo em que foi a seleção anfitriã também renderá a ele, e aos demais representantes da equipe, uma homenagem do presidente Vladimir Putin, no Kremlin, no sábado.