• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Após renovação, Edu Gaspar celebra chance de ciclo completo até 2022 na seleção

  • COMPARTILHE
Esportes

Após renovação, Edu Gaspar celebra chance de ciclo completo até 2022 na seleção

Após a renovação de contrato com a CBF até 2022, Edu Gaspar, coordenador de seleções, usou as redes sociais nesta quarta-feira para fazer uma análise do trabalho e comentar a eliminação da seleção brasileira nas quartas de final da Copa do Mundo da Rússia depois de perder por 2 a 1 para a Bélgica.

"Após dois anos de trabalho, com 26 jogos e 82% de aproveitamento demos até logo ao sonho do hexa na Copa da Rússia, com uma eliminação dolorosa mas com a certeza de um trabalho e desempenho de alto nível!", escreveu o coordenador em seu perfil no Instagram.

Depois de assumir a função na seleção brasileira em 2016, praticamente na metade da preparação para a Copa, o coordenador celebrou a oportunidade de ter um ciclo completo de trabalho até a Copa do Catar.

"Hoje partilho do mesmo sentimento de quando cheguei na CBF para dar início ao trabalho como Coordenador de Seleções. Porém, desta vez, vou assumir o cargo por um ciclo completo, algo talvez que possamos considerar inédito dentro do mundo do futebol", completou.

Edu Gaspar terá novos desafios ao lado do técnico Tite. Um deles é compartilhar as decisões de trabalho com o futuro presidente, Rogério Caboclo, sem a "carta branca" na preparação para a Copa da Rússia. Outra questão fundamental é o relacionamento com Neymar. O excesso de proteção ao craque não funcionou bem, tanto que o mais caro atleta da história deixou de figurar na lista dos dez melhores do mundo, divulgada nesta semana pela Fifa. Tite e Edu terão papel importante na recuperação.

Nesse contexto, a conquista da Copa América vai se tornar uma obrigação para a próxima comissão técnica. Além de ser disputada no País, a seleção não vence a competição desde 2007. Gaspar mostrou otimismo. "Apesar da distância, que venha 2022! Porém, outros desafios mais imediatos pedem nossa atenção e profissionalismo. Que o sentimento demonstrado na Copa do Mundo continue independente de quem esteja nos cargos ou dentro do campo. Saibam que foi quase tudo lindo! Que o jogo recomece!", finalizou o coordenador de seleções.