Após ter mais baixas do que reforços, Raí vê saldo positivo no São Paulo

Esportes

Após ter mais baixas do que reforços, Raí vê saldo positivo no São Paulo

Redação Folha Vitória

O São Paulo perdeu seis peças de seu elenco durante a Copa do Mundo da Rússia e trouxe só dois reforços, mas, apesar dos números, há um consenso interno no clube de que o saldo é positivo. O time está fortalecido para o segundo semestre, em que ainda disputa a Copa Sul-Americana e o Campeonato Brasileiro.

Nesta segunda-feira foram apresentados oficialmente o lateral-direito Bruno Peres, vindo da Roma, da Itália, e o atacante Joao Rojas, que estava no Talleres, da Argentina. O equatoriano deve ser titular já nesta quarta contra o Flamengo, no Rio de Janeiro, pela 13.ª rodada do Brasileirão.

"A parada para a Copa foi muito proveitosa", analisou o executivo de futebol do clube, Raí. "Tivemos algumas baixas. Algumas previstas. Os jogadores que trouxemos estão no auge de suas carreiras, mas ainda assim têm muito a crescer e contribuir no São Paulo".

O otimismo exposto por Raí também tem relação com a boa intertemporada de outros dois jogadores pouco ou não utilizados pelo técnico uruguaio Diego Aguirre até aqui. São vistos como "reforços" para a continuidade da temporada.

É o caso do atacante uruguaio Gonzalo Carneiro, contratado em abril e que se destacou em amistosos e pode ser relacionado pela primeira vez para um jogo depois de se recuperar totalmente de uma pubalgia. Outro atleta que intensificou os trabalhos em busca de um retorno satisfatório para o segundo semestre é o também atacante Morato, após sofrer com uma sequência de lesões.

BAIXAS - O São Paulo negociou seis atletas neste meio de ano. A principal saída foi do atacante titular Marcos Guilherme, agora no Al-Wehda, da Arábia Saudita. Também deixaram o Morumbi o meia Valdívia, que foi para o também saudita Al-Ittihad; o meia Cueva, vendido por R$ 38 milhões ao russo Krasnodar; o volante Petros, também comprado por árabes, do Al-Nassr, por R$ 22 milhões; e os laterais Júnior Tavares, que atua pela esquerda, emprestado à Sampdoria, da Itália; e Bruno, que joga na direita, ao Bahia.