• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Cachoeiro de Itapemirim vai sediar a Copa Sul de Handebol

Esportes

Cachoeiro de Itapemirim vai sediar a Copa Sul de Handebol

Do próprio município, três equipes participarão. A Copa Sul de Handebol conta com mais 10 times do sul do Estado, e terá atletas mirins e adultos

O município de Cachoeiro de Itapemirim vai receber, no próximo dia 11 de agosto, das 9h às 23h, a Copa Sul de Handebol, que acontece no Ginásio Poliesportivo Theodorico de Assis Ferraço (Ferração), no bairro Aeroporto. 

Do próprio município, três equipes participarão. A Copa Sul de Handebol conta com mais 10 times do sul do Estado, e terá atletas mirins e adultos. As categorias serão divididas entre masculina e feminina, no Infantil, Cadete e Adulto.

Um dos times que vão representar Cachoeiro na competição é a equipe feminina Handsul, que faz parte do Projeto Nosso Esporte, que revela craques na modalidade.

Yasmin Tirello, de 18 anos, é um exemplo. Ela faz parte do time e frequenta o Porjeto há quatro anos. Muito dedicada aos treinos, participou neste mês de uma seletiva estadual. Foi aprovada nos testes e agora foi credenciada a participar da seletiva nacional, em São Bernardo do Campo (SP), no centro de treinamento da Confederação Brasileira de Handebol (Cbhb), em setembro.

“Ela atua no time na posição de pivô, jogadora que tem a função de receber a bola e tentar fazer o gol. Ela merece essa conquista. Desde que conseguiu a vaga, vem tentando patrocínio para sua viagem a São Paulo, onde será a seletiva. Caso ocorra sua aprovação pelos avaliadores da comissão técnica da confederação, será integrante da seleção brasileira juvenil feminina”, disse o professor Douglas Franco.

“Treino cinco dias da semana, em dois turnos com os professores do projeto, o Franco e o Willian Barros. Foi com os ensinamentos deles que fui selecionada entre 30 meninas do Estado para a seletiva nacional. Através do Nosso Esporte, conheci o Handebol, que ajuda no meu desenvolvimento e até serviu de incentivo para minha irmã, que também pratica a modalidade no núcleo, comentou Yasmin.