• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Campeão de 2014, Nibali desiste da Volta da França por fratura sofrida em queda

Esportes

Campeão de 2014, Nibali desiste da Volta da França por fratura sofrida em queda

Campeão da Volta da França em 2014, Vincenzo Nibali se viu obrigado a abandonar esta edição da mais tradicional prova do ciclismo mundial por motivo de lesão. A desistência do italiano foi confirmada horas depois do término da 12ª etapa da competição, realizada nesta quinta-feira entre Bourg-Saint-Maurice e Alpe d'Huez, que teve um percurso de 175 quilômetros.

O ciclista de 33 anos, que ocupava a quarta posição na classificação geral da prova, sofreu uma queda quando faltavam apenas 4km para o final do trajeto desta quinta. E exames posteriores ao tombo confirmaram que ele sofreu uma fratura em uma vértebra, em um problema médico que impede sua continuidade na próximas etapas da corrida.

Nibali acabou sendo indiretamente prejudicado pela indisciplina de alguns espectadores que se aproximaram muito dos ciclistas neste ponto do percurso e reduziram o espaço dos competidores. E o italiano acabou se chocando com uma motocicleta de um dos policiais que realizavam a escolta dos ciclistas no decorrer da prova, sofrendo a queda em seguida.

O tombo ocorreu quando Nibali tentava ultrapassar o tetracampeão britânico Chris Froome, que terminou esta 12ª etapa na quarta posição e também recebeu um contato indesejado em suas costas por causa da proximidade extrema do público naquele trecho do trajeto.

Apesar da queda que lhe rendeu uma fratura, o italiano ainda exibiu superação ao continuar na prova e terminar esta etapa na sétima posição. Ele fechou o dia 2min37s atrás do britânico Geraint Thomas, que assegurou o direito de continuar utilizando a camiseta amarela destinada ao líder da Volta da França ao obter a segunda vitória consecutiva nesta edição da prova.

Nibali, porém, precisou ser encaminhado a um hospital em seguida para fazer exames, que acabaram confirmando a fratura sofrida. O italiano lamentou o fato de que não havia obstáculos para o público, que se aproximou demais dos ciclistas no momento do acidente. "O caminho foi se estreitando e não havia barreiras. Haviam duas motocicletas da polícia. Quando Froome acelerou, eu o segui, e me sentia bem. Logo desaceleramos (pela falta de espaço no caminho) e eu cai no solo", explicou Nibali.