• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Cruzeiro vira sobre o América-MG e reage na tabela do Brasileirão

Esportes

Cruzeiro vira sobre o América-MG e reage na tabela do Brasileirão

Na estreia de Barcos, o Cruzeiro honrou toda a expectativa em cima do seu elenco ao derrotar o América Mineiro de virada por 3 a 1, em partida realizada na noite desta quinta-feira, no Estádio do Mineirão, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. O destaque ficou para Arrascaeta, autor de um gol e de uma assistência no duelo.

Com o resultado, o Cruzeiro encosta no pelotão de frente e diminui a diferença para o líder Flamengo. A equipe celeste, que vinha de tropeços na competição antes da Copa do Mundo, tem 21 pontos, contra 27 do time carioca. Já o América, que não vence há quatro jogos, soma 14, apenas um acima da zona de rebaixamento.

Com Barcos como centroavante de ofício, o Cruzeiro conseguiu segurar a linha defensiva do América e chegou a ter mais de 65% de posse de bola. Mas um erro individual de Dedé deu ao time visitante a chance que precisava para abrir o marcador. Aos 31 minutos, o zagueiro celeste tropeçou na bola e deu de bandeja para Christian. O volante arrancou e acertou um bonito chute para fazer 1 a 0.

A resposta do Cruzeiro foi imediata e o empate saiu após jogada do bom meio-campo da equipe. Aos 34 minutos, Thiago Neves cruzou para Robinho. O meia parou no goleiro João Ricardo. Na sobra, Arrascaeta colocou no fundo das redes.

O time de Mano Menezes ainda teve dois gols anulados. Quando o jogo estava no 0 a 0, o árbitro pegou impedimento de Arrascaeta. O uruguaio estava em posição irregular antes de Thiago Neves marcar. Aos 43, foi o inverso. O camisa 10 deu de presente para o ex-atleta do Fluminense, mas nada valeu.

O segundo tempo começou equilibrado. Quando o América começou a crescer, o Cruzeiro virou o placar. Aos 14 minutos, Thiago Neves tabelou com Arrascaeta, que jogou na medida para Robinho. O meia só teve trabalho de empurrar para o gol.

A virada motivou o Cruzeiro, que foi para cima em busca do terceiro e ampliou aos 19 minutos. Robinho cruzou, Matheus Ferraz tentou cortar, mas facilitou a vida de Raniel. Com João Ricardo fora do gol, o atacante cabeceou certeiro para fazer mais um.

Em desvantagem, o América caiu de produção e não conseguiu mais pressionar o Cruzeiro, que perdeu grande chance de fazer o quarto. Robinho invadiu a área e buscou o ângulo de João Ricardo. A bola foi caprichosamente para fora.

Na próxima rodada, o América-MG enfrenta o Paraná no domingo, às 16h, no Estádio Durival Britto, em Curitiba (PR). No mesmo dia, às 19h, o Cruzeiro recebe o Atlético-PR no Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

FICHA TÉCNICA:

CRUZEIRO 3 x 1 AMÉRICA-MG

CRUZEIRO - Fábio; Edílson, Dedé, Léo e Egídio; Henrique, Ariel Cabral, Robinho, Thiago Neves (Mancuello) e Arrascaeta (Rafinha); Barcos (Raniel). Técnico: Mano Menezes.

AMÉRICA-MG - João Ricardo; Norberto (Ademir), Messias, Matheus Ferraz e Giovanni; Leandro Donizete (Ruy), Christian, Juninho, Aderlan e Wesley (Capixaba); Rafael Moura. Técnico: Ricardo Drubscky.

GOLS - Christian, aos 31, e Arrascaeta, aos 34 minutos do primeiro tempo. Robinho, aos 14, e Raniel, aos 19 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Henrique e Edilson (Cruzeiro); Aderlan (América-MG).

ÁRBITRO - Raphael Claus (SP).

RENDA - R$ 294.127,00.

PÚBLICO - 13.283 pagantes (17.958 no total).

LOCAL - Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG).