• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Em apresentação, Bruno Peres e Rojas exaltam motivação e a história do São Paulo

  • COMPARTILHE
Esportes

Em apresentação, Bruno Peres e Rojas exaltam motivação e a história do São Paulo

A apresentação do lateral-direito Bruno Peres e do atacante Joao Rojas no São Paulo, nesta segunda-feira, foi marcada pelos discursos de confiança e motivação pela chegada ao clube tricolor. O brasileiro vindo da Roma, da Itália, assinou contrato de empréstimo de um ano e meio, enquanto o equatoriano chegou contratado para atuar por pelo menos duas temporadas.

Rojas chega com moral ao clube. Indicado pelo técnico Diego Aguirre, tem grandes chances de ter sequência como titular já em suas primeiras oportunidades de vestir a camisa do São Paulo. Ele se diz surpreso. "Foi uma surpresa saber que o Aguirre estava acompanhando meu trabalho na Argentina. E não esperava ser titular tão rápido. Imaginei que ia treinar e viria com o tempo, mas se o professor me dá a possibilidade de começar, tenho que aproveitar essa partida", afirmou, em referência ao duelo desta quarta contra o Flamengo.

Rojas citou Lucas Moura, Kaká e Alexandre Pato como importantes referências ao descrever o seu estilo de jogo. "Eu não acreditei quando fui chamado para jogar no São Paulo, um grande clube com uma grande história. Muitos jogadores de qualidade atuaram por aqui, como Lucas, Kaká e Pato. Estou muito feliz. Tomei a decisão sem pensar duas vezes. Estarei 100% preparado para ajudar."

Bruno Peres revelou que já pensava em voltar para o Brasil. E que o contato direto do executivo de futebol do clube, Raí, foi decisivo para seu retorno ao País depois de quatro temporadas na Itália. "Estou muito motivado. O Raí me ligou e eu já tinha um desejo de voltar, falei para os meus pais, para minha mulher e falei que, se tivesse algo no Brasil, eu voltaria. O Raí me liga, me apresenta um projeto bacana. E eu já falo para ele: 'Meu sim você já tem'. Voltei para um time grande com um projeto legal", ressaltou.

Ainda em fase de fortalecimento muscular, Peres já sabe que terá de disputar vaga no time com Militão, nome de confiança na equipe desde o ano passado, ainda com o comando de Dorival Junior. Peres elogiou o atual titular, mas também destacou suas próprias características.

"A briga tem de ser uma coisa saudável. Militão é um menino do bem. A gente vai trabalhar para quem estiver melhor entrar e ajudar o São Paulo, que é o foco mais importante. Sou um jogador agudo, ofensivo, gosto de ir para frente. Na Itália aprendi a marcar. Esses quatro anos me ensinaram, mas são estilos de jogos diferentes, mas vamos deixar na mão do treinador para quem estiver preparado."

O São Paulo se prepara para enfrentar o Flamengo, nesta quarta, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na terceira posição da competição, o time tricolor tem 23 pontos, quatro a menos que os cariocas, líderes do torneio até aqui. Em segundo está o Atlético-MG, também com 23, mas com uma vitória a mais que os paulistas.