• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Em jogo fraco, Chapecoense e Bahia empatam em SC e seguem ameaçados

Esportes

Em jogo fraco, Chapecoense e Bahia empatam em SC e seguem ameaçados

Em uma partida muito fraca tecnicamente, Chapecoense e Bahia ficaram no empate em 1 a 1, na noite desta quinta-feira, na Arena Condá, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado não foi bom para nenhum dos dois times, que seguem ameaçados pelo risco de rebaixamento.

Invicto há três jogos no campeonato, a Chapecoense tem 15 pontos, dois a mais que o Bahia, primeiro time dentro da zona de rebaixamento. O aproveitamento do time baiano sob o comando do técnico Enderson Moreira não é nada bom: uma vitória, três empates e duas derrotas.

Mesmo a partida sendo na Arena Condá, o Bahia foi superior a Chapecoense no primeiro tempo. A única finalização dos donos da casa veio aos 30 minutos através de Bruno Silva. Já os baianos fizeram o goleiro Jandrei trabalhar em duas oportunidades e deixaram o gramado reclamando da arbitragem de um pênalti não marcado do goleiro em cima de Gilberto.

A etapa final também ficou devendo na questão técnica, mas pelo menos teve um pouco mais de emoção. E bola na rede. Depois de 34 minutos sonolentos, Elber fez boa jogada e cruzou na cabeça de Gilberto, que abriu o placar para o Bahia na sua estreia. Alguns torcedores começaram a deixar a Arena Condá e não viram o empate da Chapecoense.

Aos 40, Eduardo cruzou e Osman se antecipou ao zagueiro Tiago para desviar com a ponta da chuteira. Na sequência, Bruno Pacheco fez boa jogada, mas ninguém apareceu para garantir a virada do time catarinense.

Os dois times voltam a campo no próximo domingo, pela 14ª rodada. A Chapecoense recebe o Santos, na Arena Condá, em Chapecó, enquanto o Bahia faz o clássico contra o Vitória, às 16 horas, na Arena Fonte Nova, em Salvador.

FICHA TÉCNICA:

CHAPECOENSE 1 x 1 BAHIA

CHAPECOENSE - Jandrei; Eduardo, Rafael Thyere, Luiz Otávio e Bruno Pacheco; Elicarlos, Márcio Araújo, Luiz Antonio (Leandro Pereira) e Canteros (Guilherme); Bruno Silva (Osman) e Wellington Paulista. Técnico: Gilson Kleina.

BAHIA - Anderson; Bruno (Flávio), Tiago, Lucas Fonseca e Léo; Gregore, Elton, Zé Rafael e Vinícius; Edigar Junio (Elber) e Gilberto (Régis). Técnico: Enderson Moreira.

GOLS - Gilberto, aos 34, e Osman, aos 40 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Luiz Otávio (Chapecoense); Tiago (Bahia).

ÁRBITRO - Rodolpho Toski Marques (PR).

RENDA - R$ 156.310,00

PÚBLICO - 7.534 pagantes.

LOCAL - Arena Condá, em Chapecó (SC).