• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Em trajeto marcado por protestos, Alaphilippe vence 16ª etapa da Volta da França

Esportes

Em trajeto marcado por protestos, Alaphilippe vence 16ª etapa da Volta da França

O francês Julian Alaphilippe venceu nesta terça-feira a 16ª etapa da Volta da França em disputa que precisou ser paralisada por cerca de dez minutos por conta de protestos ao longo do trajeto. Fazendeiros bloquearam a estrada no 30º quilômetro por onde passariam os ciclistas e foram dispersados por policiais.

Os policiais, no entanto, utilizaram gás lacrimogêneo para retirar os fazendeiros da pista e afetaram também os atletas. O britânico Chris Froome, quatro vezes campeão da competição, foi um dos ciclistas que precisou receber tratamento nos olhos para se restabelecer.

Após todos se recuperarem, a etapa prosseguiu e Alaphilippe conseguiu a vitória graças a sua ótima performance na descida final Foi a segunda vitória do francês na atual edição da Volta da França - ele já havia ganhado a décima etapa.

Nesta terça-feira, ele completou os 218 quilômetros do trajeto entre as cidades de Carcassonne e Bagneres De-Luchon em 5h13min22. Também se beneficiou da queda do britânico Adam Yates, que errou ao fazer uma curva durante a descida. Apesar do tombo, Yates seguiu na disputa e terminou em terceiro lugar. O espanhol Gorka Izagirre ficou em segundo.

O britânico Geraint Thomas fechou a etapa na 24ª colocação e permaneceu com a camiseta amarela, entregue ao ciclista que possui menor tempo no somatório das etapas. Seu compatriota Chris Froome ficou uma posição à frente nesta terça-feira e continua em segundo lugar no geral com 1min39 de desvantagem em relação ao líder.

A etapa, marcada por subidas e descidas, também teve como destaque a queda do belga Philippe Gilbert quando estava na liderança, logo no início. Ele perdeu o controle da bicicleta, bateu no muro de proteção e caiu do outro lado, no meio do mato. Gilbert ralou o cotovelo e a perna, voltou à disputa e terminou em 142º.

Na pontuação geral, o eslovaco Peter Sagan garantiu a camiseta verde da Volta da França. Apesar de ter terminado em 138º nesta terça-feira, ele tem 452 pontos e já não pode mais ser alcançado por seus rivais. O segundo colocado é o norueguês Alexander Kristoff, com 170 pontos.

A 17ª etapa da Volta da França acontece nesta quarta-feira em um dos trajetos mais desafiadores. O percurso de 65 quilômetros entre Bagneres-de Luchon e Saint-Lary-Soulan Col du Portet apresenta três subidas extenuantes, uma delas no final.