• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Everton decide contra seu ex-time e São Paulo cola no líder Flamengo

  • COMPARTILHE
Esportes

Everton decide contra seu ex-time e São Paulo cola no líder Flamengo

Na volta do Brasileirão após a parada de um mês para a realização da Copa do Mundo, Flamengo e São Paulo fizeram um duelo equilibrado no Maracanã na noite desta quarta-feira. Mas foram os visitantes que levaram a melhor, pelo placar de 1 a 0. O jogo foi decidido por Everton, hoje atleta do tricolor paulista, mas que até pouco tempo estava do outro lado.

Sob fortes vaias da torcida carioca que lotou o estádio, que contou com novo gramado, o atacante aproveitou cruzamento do estreante Rojas e marcou, no segundo tempo, o único gol da partida. É o quarto gol de Everton com a camisa do São Paulo em 12 jogos. Além de balançar as redes, o jogador já deu três assistências no Brasileirão.

Com a vitória sobre o Flamengo, o São Paulo chegou aos 26 pontos e fica a apenas um dos rivais cariocas, que ocupam a liderança da tabela.

Nesta quarta, os dois times entraram em campo com novidades. Pelo São Paulo, o meia-atacante equatoriano Rojas foi titular e um dos destaques da equipe. E, pelo time carioca, o ataque foi formado pelo colombiano Uribe, contratado recentemente, e o pelo peruano Paolo Guerrero, que enfim voltou a vestir a camisa do Flamengo.

Após imbróglio judicial nos últimos dias e incerteza quanto a sua participação no jogo, Guerrero foi titular. Ele desfalcou a equipe carioca pouco antes da paralisação do Brasileirão, em razão da ampliação da sua suspensão por doping, e chegou a ter o contrato suspenso. Mas conseguiu defender o Peru na Copa do Mundo da Rússia devido a uma decisão da Justiça comum na Suíça, que contou com o aval da Fifa.

O JOGO - O confronto foi equilibrado e as duas equipes desperdiçaram chances. O primeiro tempo trouxe dois times tentando propor o jogo. Nos primeiros minutos, a pressão foi dos mandantes, que apostaram principalmente nas bolas aéreas. O São Paulo respondeu com jogadas de velocidade, principalmente pela direita do campo, onde atuou o estreante Rojas. Dominou as jogadas de ataque por pelo menos 20 minutos.

Mas a melhor chance do primeiro tempo sem gols foi do Flamengo, com Paquetá. Após cobrança de falta de Diego, o jogador desviou a bola de cabeça e encobriu o goleiro Sidão, que estava adiantado. A bola bateu no travessão e fez os cariocas crescerem e voltarem a dominar a partida.

O São Paulo manteve a postura ofensiva na volta do intervalo e precisou só de dois minutos para aproveitar um contra-ataque e abrir o placar. Rojas, pela direita, avançou em velocidade e cruzou na medida para Everton marcar diante de seu ex-clube. O atacante não comemorou.

À frente no placar, o São Paulo se fechou. O técnico Diego Aguirre colocou Araruna, deixando o time com três volantes e apostando nos contra-ataques. O Flamengo pressionou, mas achou poucos espaços. Uribe perdeu duas grandes oportunidades para empatar a partida, mas chutou para fora na primeira e parou em Sidão na segunda, de cabeça.

Os dois times terão clássicos na 14º rodada do Campeonato Brasileiro. O São Paulo recebe o Corinthians no Morumbi enquanto o Flamengo recebe o Botafogo no Maracanã, ambos no sábado.

FICHA TÉCNICA:

FLAMENGO 0 x 1 SÃO PAULO

FLAMENGO - Diego Alves; Rodinei, Réver, Léo Duarte e Renê; Rômulo (Trauco), Lucas Paquetá e Diego; Éverton Ribeiro (Matheus Sávio), Paolo Guerrero e Marlos (Uribe). Técnico: Maurício Barbieri.

SÃO PAULO - Sidão; Militão, Arboleda, Anderson Martins e Reinaldo; Jucilei (Liziero), Hudson e Nenê; Rojas (Araruna), Diego Souza e Everton (Tréllez). Técnico: Diego Aguirre.

GOL - Everton, aos dois minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Rômulo, Éverton Ribeiro, Diego, Sidão, Reinaldo e Everton.

CARTÃO VERMELHO - Araruna.

ÁRBITRO - Paulo Roberto Alves Junior (PR).

RENDA - R$ 1.588.687,00

PÚBLICO - 51.777 pagantes.

LOCAL - Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).